TC Mover
Mover

 Impeachment de Trump volta à pauta e derruba bolsas; no Brasil, atraso na Previdência decepciona investidores

Postado por: TC Mover em 24/09/2019 às 18:22

O assunto do impeachment contra o presidente americano Donald Trump voltou à pauta nesta terça-feira. Segundo a rede CNBC, a presidente da Câmara do Deputados, Nancy Pelosi, vai instaurar ainda hoje um processo de impeachment contra Trump – a notícia fez as bolsas em Wall Street acelerarem queda. Ontem, vários veículos de mídia informaram que o polêmico presidente havia instruído seu chefe de gabinete interino, Mick Mulvaney, a reter milhões de dólares em assistência militar à Ucrânia pelo menos uma semana antes de um telefonema entre Trump e o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy.

 

Especula-se que Trump tenha usado o dinheiro como forma de pressionar Zelenskiy a investigar Hunter Biden, filho do ex-vice-presidente Democrata Joe Biden, candidato de oposição de maior relevância na corrida presidencial de 2020. Hoje mais cedo, Trump tuitou que divulgará amanhã a transcrição completa de seu telefonema com Zelenskiy. O mercado ficou assustado: o Dow Jones caiu 0,53%, o S&P500 teve sua pior queda em um mês, recuo de 0,84% e o rendimento dos Treasuries de dez anos desabou 9 pontos-base a 1,638%.

 

No plano local, líderes partidários no Senado decidiram postergar a votação do texto da Nova Previdência para a semana que vem. Pouco após ter sido iniciada a sessão de votação do projeto, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Simone Tebet, acatou um acordo feito pelos líderes e encerrou a discussão, adiando-a para a próxima terça. O mercado reagiu mal à decisão de Tebet.

 

Nesse cenário, o Ibovespa fechou em queda de 0,73%, a 103.875 pontos, com volume negociado de R$10,43 bilhões. O dólar futuro fechou próximo a estabilidade, com recuo de 0,02%, a R$4,164, com o enfraquecimento da divisa americana. A curva de juros avançou a partir do vencimento de 2021 em diante. O DI para janeiro próximo ficou estável, a 5,100%. Amanhã, o investidor deve se manter atento a quaisquer notícias referentes a Trump.

 

Além disso, o Ministério da Economia informa dados de criação de empregos, medidos pelo Caged, às 14h30. O Banco Central informa o estoque de crédito de agosto e o fluxo cambial da semana passada. O IBGE divulga o índice de preços ao produtor de manufatura de agosto, e a FGV, os custos de construção de setembro. A Fipe informa dados de inflação medidos pelo IPC semanal. No Congresso, Augusto Aras, indicado à Procuradoria Geral da República, será sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça, às 09h00.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis