TC Mover
Mover

Ibovespa volta para 112 mil pontos, à espera de Itaú, Petrobras, ata, vencimento, Fed

Postado por: TC Mover em 10/02/2020 às 19:28

O Ibovespa se descolou das bolsas americanas e fechou em queda de mais de 1%, voltando para os 112 mil pontos, o menor nível desde meados de dezembro, refletindo a continuidade da aversão ao risco global em meio às incertezas com a economia chinesa por conta do coronavírus e seus impactos sobre as commodities. Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta, com o otimismo com a economia americana superando o receio do coronavírus e a expectativa de que os bancos centrais da China e dos EUA vão agir para impedir um impacto negativo maior da epidemia na economia global jogando mais dólares nos mercados.

 

Mas os sinais de preocupação estão presentes em outros mercados, como mostram as quedas das moedas de países emergentes, dos juros dos títulos do Tesouro americanos e a alta do ouro. No Brasil, os investidores terminaram o dia aguardando os números do Itaú Unibanco do quarto trimestre e os dados de produção da Petrobras, ambos previstos para depois do fechamento. No radar, estão também a ata do Copom, que será divulgada amanhã pela manhã, e a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell. Em meio a esses eventos, os investidores ajustam suas posições para o vencimento do mercado de índice Bovespa futuro na quarta-feira.

 

Amanhã, a ata do Copom pode explicar melhor a decisão do BC de interromper os cortes de juros na última reunião. Os dados de inflação mais fracos da semana passada reacenderam a discussão sobre novos cortes, por isso a leitura da ata e qualquer indicação de que o processo de redução pode ser retomado terá impactos nos setores ligados à atividade local. Na quarta e na quinta-feira, por sua vez, os dados de vendas do comércio e de atividade do setor de serviços de janeiro do IBGE vão mostrar se a atividade já está reagindo aos estímulos do juro baixo do BC.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis