TC Mover
Mover

Ibovespa recua com tensão no exterior, aguardando IGP-DI e dados de emprego privado nos EUA

Postado por: TC Mover em 07/01/2020 às 18:56

O Ibovespa fechou no vermelho depois de duas quedas seguidas por conta da crise entre Estados Unidos e Irã. O mercado brasileiro voltou a seguir as bolsas americanas, que fecharam em baixa, em meio à cautela com a escalada da tensão no Oriente Médio e na expectativa da resposta do Irã ao ataque americano que matou o seu principal líder militar na semana passada. O dólar perdeu força diante do real em meio ao volume baixo de negócios e ao fluxo positivo no fim do dia, enquanto os juros recuaram diante da queda dos preços do petróleo no exterior, de quase 1%, que podem reduzir a pressão sobre a Petrobras para reajustar os combustíveis. A inflação estará no radar dos investidores brasileiros amanhã, com os dados do IGP-DI de dezembro. No exterior, o principal dado será a criação de vagas de trabalho do setor privado americano, divulgada pela ADP, e que pode mudar o cenário para os juros nos EUA se vier muito forte.

 

No mercado brasileiro, o Ibovespa passou o dia em queda e ensaiou uma recuperação no fim do dia, para fechar em baixa de 0,18%, aos 116.661 pontos. Pelo segundo dia, as ações de bancos, com forte peso no índice, voltaram a pesar, com Itaú Unibanco PN e Bradesco PN perdendo 2,32% e 1,74% respectivamente. Petrobras também forçou para baixo, acompanhando a queda do petróleo Brent no exterior, de 0,83%. Já Vale, com alta de 0,73%, siderúrgicas e Ambev, que subiu 0,21%, ajudaram a equilibrar e impedir que o principal índice da bolsa brasileira tivesse um recuo maior.

 

As bolsas americanas mantiveram as quedas, vistas desde a abertura, com o peso da preocupação de uma possível resposta do Irã ao ataque americano da semana passada. O índice S&P500 fechou em queda de 0,28% e o Dow Jones Industrials, de 0,42%. Os recuos foram amenizados pela falta de desdobramentos mais críticos na relação entre os países. Donald Trump voltou a dizer, na tarde de hoje em entrevista a repórteres no Salão Oval, que o ataque ao general iraniano salvou diversas vidas, já que os EUA tinham informações de que ele preparava um grande ataque.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis