TC Mover
Mover

Ibovespa avança com otimismo por Previdência, à espera de reunião Trump-XI; dólar opera volátil

Postado por: TC Mover em 28/06/2019 às 11:07

O Ibovespa registra alta na manhã desta sexta-feira, motivado por um otimismo maior do investidor quanto ao encaminhamento da Reforma da Previdência, depois que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse ontem que apesar de haver pendências na PEC, o texto está bem encaminhado para votação na semana que vem e para ir ao plenário até o recesso, além de ter reiterado que não haverá desidratação do projeto.

 

No exterior, as bolsas avançam timidamente e há uma busca por ativos considerados porto-seguro, como o ouro, com uma relativa cautela do mercado diante da reunião entre os presidentes dos Estados Unidos e da China, prevista para acontecer durante a cúpula do G-20 neste final de semana. Embora as notícias deem conta de que o país asiático busque um acordo equilibrado, não se sabe o que se passa pela cabeça de Donald Trump. Pesa contra um ajuste entre as duas nações a ânsia de Trump para reduzir o déficit comercial com a China, além do histórico de transgressões às boas práticas do comércio que a China sistematicamente fez por anos.

 

O dólar opera volátil, em um dia com “fundamentos de lado”, segundo o analista de dólar da H. Commcor, Cléber Alessie. De acordo com ele, merece atenção a taxa Ptax de final de mês, que sempre provoca uma disputa pela moeda, tornando difícil prever seu comportamento no pregão. Além disso, como pano de fundo, há a cautela do investidor quanto à reunião entre Estados Unidos e China. Os indicadores da economia norte-americana, que vieram mistos nesta manhã, acabaram se traduzindo em um “não evento”, segundo ele.

 

BOLSA: Às 11h, o Ibovespa avançava 0,48% a 101.202 pontos, com volume projetado de R$9,5 bilhões, abaixo das médias diárias do ano. Entre as altas, destacavam-se Petrobas PN e ON, com avanços de 1,14% e 1,27%, respectivamente, na esteira do anúncio, nesta manhã, de que irá vender oito refinarias. Entre as quedas, os destaques eram Suzano ON, que recuava 3,70%, e GPA PN, que caía 1,17%, após disparar mais de 10% ontem com o anúncio da reestruturação societária de seu controlador, o Casino.

 

CÂMBIO E JUROS:O dólar futuro negociado na B3 tinha alta de 0,33% a R$3,843, a despeito da queda da moeda americana no exterior, em um dia de forte volatilidade. Os juros caíam em bloco, sendo que aqueles com vencimento em janeiro de 2020 caía 2 pontos-base.

 

EUA: O índice Dow Jones Industrials avançava 0,11% e o S&P500, 0,19%, com o mercado na expectativa pela reunião entre Donald Trump e Xi Jinping.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis