TC Mover
Mover

Pesquisa Ibope abre nova etapa na eleição – e o mercado pode sofrer com isso

Postado por: TC Mover em 19/09/2018 às 8:10

A pesquisa Ibope divulgada ontem à noite traz à tona um quadro de polarização política inédito no Brasil, possivelmente pior que o que imperou às vésperas do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Dois candidatos representando duas visões de mundo bem opostas devem se enfrentar no segundo turno da eleição: Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. Como apontou nosso contribuidor Rafael Ferri, essa nova etapa pode ser particularmente marcada por uma migração de votos úteis de quem não deseja ver o PT de volta ao Planalto. É possível que a rejeição a Bolsonaro possa ter atingido um teto, enquanto a do petista deve crescer muito mais. Ainda assim, o resultado da pesquisa deve pressionar câmbio, juros e bolsa por conta do crescimento rápido de Haddad.


O ETF brasileiro em Tóquio mostrou ganhos na esteira da pesquisa Ibope no pré-market, assim como o fundo de índice EWZ em Nova Iorque. O mercado deve apresentar comportamento errático, pelo menos no começo do pregão, até assimilar os números da pesquisa, disse um gestor sediado em São Paulo. Com o mercado rapidamente indo para o lado de Bolsonaro, não por gosto e sim compelido pela promessa mais liberal para a economia, o investidor pode ensaiar uma releitura da da sondagem em algum momento: Bolsonaro já não aparece mais derrotado pelos demais candidatos, como há uma semana atrás. Não há consenso entre os gestores e traders consultados: dólar pode subir ou cair, assim como a bolsa, dependendo do humor do mercado. O agravante para a curva de juros deve ser a expectativa com a decisão do Copom após o fechamento do mercado.


O comitê de política monetária do BC deve manter a taxa de juros básica Selic no menor patamar histórico, 6,50%, mas com um tom mais drástico no comunicado que segue o final da reunião. A estratégia da autarquia deve refletir maior preocupação com o impacto da alta do dólar nas expectativas inflacionárias e a perspectiva para o ajuste fiscal. O investidor precisa ficar de olho na repercussão da decisão, assim como no noticiário político-eleitoral e alguns indicadores mundo afora: IPC da Reino Unido, dados de construção, estoques de petróleo e transações correntes nos Estados Unidos.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: deve oscilar com reação à pesquisa Ibope e exterior benigno para emergentes.

 

— Juros: podem operar em linha com o dólar, reagindo à pesquisa e na expectativa para o Copom.

 

— Bolsa: deve sentir a alta das bolsas no exterior; com investidor reagindo à pesquisa.

 

— Ações: IMC, com Sapore e Kinea negociando e fechamento de capital, segundo o Valor; Embraer, que vai entregar cargueiros KC-390 à FAB; Banco do Brasil, com executivo apontando que plano de administração não depende de novo governo; Usiminas, que irá exportar aço para a Argentina; Kroton, que deve ter aquisição da Somos aprovada pelo Cade, segundo o Valor; Petrobras, com pagamento de R$ 871 milhões da ANP em subsídios do diesel;  Taesa, com obtenção de licença para projeto ERB1; Eletropaulo, com avanço do aumento de capital de R$ 1,5 bilhão; Natura, com possível compra da Avon.

 

— Destaques das recomendações: Iniciativa da Cielo ($CIEL3) de procurar novo canal de vendas com produtos Lio+ é positiva, mas adoção e procura pelo serviço permanecem como incógnitas na tese de investimento da companhia, diz Bradesco BBI.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Bolsas mantém otimismo pós-tarifas, mas cautela com trocas comerciais aparece de novo

— Haddad dispara e se consolida em segundo lugar, atrás de Bolsonaro, diz Ibope

— Bolsa sobe pelo terceiro dia, mas cautela com eleição persiste

— Último Copom antes da eleição deve assumir tom mais severo em meio à pressão nos emergentes

 

Valor Econômico

— Polarização indica 2º turno entre Bolsonaro e Haddad

— Déficit tem ‘folga’ de R$ 8 bilhões

— Construção de corvetas atrai estrangeiros

— Deutsche Bank prevê barril de óleo a US$ 100

 

O Estado de S.Paulo

— Haddad cresce 11 pontos e se isola no segundo lugar; Bolsonaro mantém liderança

— Ibope: Cenários mostram empate em três simulações no 2º turno

— Após reunião com Centrão, Alckmin vai retomar ataques a Bolsonaro

— ‘No primeiro turno, a gente vota no candidato do sonho’, diz Marina Silva

 

Folha de S. Paulo

— Assessor econômico de Bolsonaro quer recriar imposto nos moldes da CPMF

— “Eleitor está junto com Bolsonaro porque está com medo do PT”, diz Alckmin

— Razões e emoções do voto feminino na eleição de 2018

— Tido como ambíguo no mercado, Haddad quer moderado na Fazenda

 

Globo/G1

— Ibope: um terço do eleitorado está propenso a dar voto útil para evitar vitória de candidato que rejeita

— Comerciantes ignoram passagem de candidatos pela Saara

— Com 7%, Alckmin diz confiar na ‘última onda’ contra ‘extremos’

— Ações da Avon disparam 10% com possível interesse da Natura

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:
— 08h00: Monitor do PIB – FGV
— 12h30: Fluxo cambial estrangeiro – BC

Indicadores internacionais:
— 05h30: Núcleo do IPC do Reino Unido em agosto; consenso 1,8%
— 05h30: IPC mensal do Reino Unido em agosto; consenso 0,5%
— 05h30: IPP de Bens Intermediários do Reino Unido em agosto; consenso 0,4%
— 09h30: Licenças de construção dos EUA em agosto; consenso 1,31 mi
— 09h30:Construção de novas casas nos EUA em agosto; consenso 1,235 mi
— 09h30: Transações correntes dos EUA no 2T; consenso – US$ 103,5 bi
— 11h30: Estoques de petróleo bruto dos EUA;  consenso – 2,741 mi barris
— 17h00: Vendas no varejo da Argentina na base anual; anterior + 31,2%

Eventos
— N.D: Decisão da taxa de juros do Bank of Japan; consenso manutenção em – 0,10%

— 08h00: Candidato Ciro Gomes participa de sabatina promovida por CBN/G1
— 08h00: Evento Amarelas ao Vivo, organizado pela revista Veja
— 10h00: Presidente Michel Temer tem reunião com o ministro da Educação, Rossisli Soares da Silva

— 10h00: Ministro de Minas e Energja, Moreira Franco, participa de reunião sobre a Itaipu

— 11h00: Discurso de Mario Draghi, presidente do BCE
— 18h00: Decisão da taxa de juros Selic; consenso manutenção em 6,5%
— 00h00: Candidato à Presidência Fernando Haddad concede entrevista ao Jornal da Globo

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis