TC Mover
Mover

Europa tem dia de calma com Alemanha e mercado consegue respirar

Postado por: TC Mover em 03/07/2018 às 11:54

O pregão começa mais tranquilo no exterior, com menos ruído no plano da guerra comercial que se desenvolve entre Estados Unidos e demais países do G-7. Hoje é o dia em que as novas tarifas chinesas e americanas entram em vigor contra ambos os países, mas as consequências reais dessa briga só devem aparecer nos próximos meses. Ontem, a Câmara de Comércio dos EUA, o maior lobby de negócios do país e aliada tradicional dos governos republicanos, iniciou uma campanha contra a nova política de tarifas do presidente Donald Trump, sinalizando que a tentativa do americano em proteger as empresas do país pode sair pela culatra.

O dólar opera em leve queda perante seus pares. O euro e as bolsas europeias começaram o dia surfando em notícias positivas para a Alemanha: em um movimento para salvar o seu governo, a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, concordou em assinar uma nova lei de imigração que reforça a fronteira do país com a Áustria, acabando com uma disputa política que poderia tirar a sua maioria no Congresso. O índice DAX da Alemanha subia mais de 1,4% com o fim da briga política no país.

A bolsa hoje deve ter mais movimento do que esta segunda-feira. Algumas notícias do lado corporativo podem impactar a bolsa, como a derrota da Petrobras contra a americana Vantage Drilling, que acarreta numa multa de US$622 milhões para a estatal. No lado positivo, uma associação entre a Boeing e a Embraer parece iminente, com uma reunião entre os representantes das empresas e o governo brasileiro já agendada, segundo a mídia.

De qualquer forma, o risco político continua, com o mercado de olho nas ações do Supremo Tribunal Federal – mesmo este estando em recesso. As tentativas de libertar o ex-presidente e pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva devem continuar – de acordo com especialistas e a mídia. Hoje, a Folha de S. Paulo diz que a investigação sobre o caso de Lula no sítio de Atibaia deve ser concluída no final de outubro, após o primeiro turno das eleições – colocando a participação do petista na berlinda até o final do ano.

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

Câmbio: Deve seguir o exterior, com leve melhora no tom de cautela.

Juros: Deve seguir o câmbio.

Bolsa: Deve reagir a melhora no exterior; no foco, notícias sobre fusões e o rumo da eleição.

Ações: Petrobras PN, com derrota em processo de US$622 milhões com a Vantage Drilling; Cemig PN, com processo administrativo da Aneel; Embraer ON, com proximidade de acordo com a Boeing; Suzano ON e Duratex ON, com venda de floresta; CSN ON, com pressão para renegociar dívida bilionária com a Caixa Econômica; BRF ON, com novo plano de reestruturação e forte alta ontem; Aliansce ON, com novo CEO; Movida ON, com transferência de participação da JSL; JBS ON, com interesse de fundo do Catar em fatia da BNDESPar; incorporadoras, com discussão dos distratos no Senado; Eletrobras ON, com governo disposto a privtizar distribuidoras quebradas; BR Distribuidora ON, com plano para vender participação em duas subsidiárias.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

Trading News

— Top-5 da Focus espera manutenção da Selic por mais tempo

— Dólar acelera com tensão no exterior e incerteza política local

— Apesar de cautela, carteiras veem oportunidades de compra em julho

— Guerra comercial EUA-China dá impulso a ações de empresas agrícolas

— Qual é o problema diplomático entre Arábia Saudita e Catar

 

Valor Econômico

— BlackRock reforça aposta em ativos brasileiros

— Banco de investimento tem melhor início de ano no país desde 2013

— Plano de Parente agrada e BRF ganha R$2 bi na bolsa

— Relator no Senado resolve manter multa de até 50% em distrato

— Governo pretende manter leilão de cinco distribuidoras

 

O Estado de S. Paulo

— CGU encobriu nome de nora de Lula em processo

— Tributação regional pode alterar preço dos produtos em 20%

— Emedebista acena por retorno de aliança com PT nas eleições 2018 em MG

— Partidos empurram convenções das eleições 2018 para a reta final

— BNDES pode antecipar em até 20 anos pagamento de dívida com o Tesouro

 

Folha de S. Paulo

— Operação Câmbio, Desligo alarma bancos e casas de câmbio

— Ministro diz que plano de logística fará ferrovias substituírem rodovias em sete anos

— Petrobras poderá usar regime de empresa privada em contratação para consórcio

— Fazenda e BC tentam blindar cadastro positivo

— Bank of America projeta dólar em R$ 5,50 depois das eleições

 

O Globo

— Toffoli cassa decisão de Moro que determinou tornozeleira a Dirceu

— Petrobras perde processo de R$ 2,4 bilhões

— Programa de concessões tem 80 empreendimentos que não saíram do papel

— Encontro na quinta-feira vai definir rumo do blocão de centro na eleição

— Presidência busca, mas não acha 74 objetos de Lula e 6 de Dilma

 

TC Recomendações: Suzano e Duratex

$SUZB3 $DUTX3: O BTG Pactual disse que a compra da floresta da Duratex é um negócio pequeno para a Suzano, mas elogia a estratégia da companhia de manter um ativo na região Sudeste. Já para a Duratex, a venda antecipada da floresta é negócio “fantástico” para as ações da companhia, que sofreram com o recente sell-off da bolsa brasileira, dizem analistas. Equipe espera uma reação positiva do mercado.

 

Agenda do dia                

Indicadores nacionais:

— 05h00: ICP de junho – Fipe; consenso 0,09%

— 08h00: IPC-S Capitais – FGV

— 15h00: Balança comercial – MDIC

 

Indicadores internacionais:

— 05h30: PMI de Construção do Reino Unido; consenso 52,5

— 06h00: IPP Zona do Euro em maio; consenso 0,4

— 06h00: Vendas no varejo da Zona do Euro em maio; consenso 0,1

— 09h55: Índice Redbook dos EUA

— 11h00: Encomendas à indústria dos EUA em maio; consenso -0,1%

— 17h30: Estoques de petróleo nos EUA – API

— 22h45: PMI de Serviços Caixin da China em junho; consenso 52,7

 

Eventos:

— N.D: Tentativa de votação de destaques do projeto de lei 8939/2017, que trata da cessão onerosa, na Câmara dos Deputados

— 10h00: Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tem audiência com Akira Yamada, embaixador do Japão no Brasil

— 11h00: Presidente Michel Temer tem reunião com Dyogo Oliveira, presidente do BNDES

— 14h00: Sabatina promovida pela Associação dos Municípios do Paraná com pré-candidatos ao governo do estado

— 13h00: Reunião semanal do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, com o ministro da Fazenda

— 15h00: Guardia tem audiência com João Gomes Cravinho, embaixador da União Europeia no Brasil

— 16h00: Temer tem reunião com Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública, General Joaquim Silva e Luna, ministro da Defesa, e Sergio Etchegoyen, Chefe do Gabinete de Segurança da Presidência

— 16h30: Temer e Guardia têm reunião

— 17h45: Temer encontra Luiz Fernando Pezão, governador do estado do Rio de Janeiro

— 19h00: Guardia, da Fazenda, tem reunião com Otaviano Canuto, diretor-executivo do Brasil no Banco Mundial

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis