TC Mover
Mover

Futuros apontam para desempenho positivo na B3; juros caem com reforma

Postado por: TC Mover em 13/03/2019 às 9:51

Os mercados futuros de câmbio, renda fixa e renda variável apontam para uma valorização nos preços dos ativos financeiros nesta quarta-feira, sinalizando que o investidor vai ignorar os ruídos provenientes da articulação confusa do governo com o Congresso, os temores quanto à saída do Reino Unido da União Europeia e os dados que dão sinais de uma desaceleração econômica global em curso.

 

No Brasil, o investidor fica atento ao noticiário antes da instalação, na noite de hoje, da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Mesmo com parlamentares acertando que a votação na comissão só acontecerá quando a proposta de aposentadoria dos militares chegar nas mãos deles, em 20 de março, “a expectativa é que o governo consiga convencê-los de acelerar as marchas”, diz um gestor de um fundo estrangeiro em São Paulo. Hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, almoça com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e líderes partidários; Guedes disse ontem que, enquanto a reforma está na Câmara, trabalhará para que o Senado debata a retirada das vinculações de receitas do Orçamento. O líder do partido do presidente Jair Bolsonaro no Senado, senador Major Olímpio, se opõe à inciativa.

 

Mundo afora, as bolsas europeias e os futuros das bolsas em Nova Iorque subiam, à espera da votação, no Parlamento britânico, de mais um passo para o Brexit e a despeito de dados econômicos fracos no Japão e na Austrália – que reacenderem temores sobre a desaceleração global. A libra esterlina avançava 0,70% ante o dólar americano, com analistas do banco Goldman Sachs estimando que uma rejeição hoje de um acordo não organizado pode levar a moeda britânica a seu maior nível em mais de dois anos. O futuro do índice Dow Jones Industrials subia 0,15%, enquanto a divisa americana cedia 0,12% ante uma cesta de pares, às 09h25, horário de Brasília.

 

O futuro do Ibovespa avançava 0,15% no mesmo horário, desacelerando a alta e prevendo um dia volátil. Hoje há vencimento de opções sobre o índice na B3, o que deve pressionar o mercado. O dólar futuro revertia queda na abertura e avançava 0,10% no mesmo horário, retomando os R$3,820 e interrompendo três sessões seguidas de recuos. Já os juros futuros – um medidor da expectativa do mercado em relação à Previdência – recuavam em bloco, com ajuda do desempenho fraco da produção industrial em janeiro.

 

 

Na agenda de divulgações mundo afora, o investidor fica de olho nos números de inflação ao produtor e encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos, assim como números de vendas no varejo, produção industrial e investimento privado na China, à noite. Aqui no Brasil o destaque vai para o fluxo cambial semanal, ao meio-dia.

 

 

(Foto: Congresso Nacional – Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis