TC Mover
Mover

Fundos de investimento surfam na Selic mínima e atingem recorde em março

Postado por: TC Mover em 29/04/2019 às 14:28

O patrimônio total da indústria de fundos negociado no Brasil chegou ao seu maior patamar histórico em 2019, com R$4,49 trilhões em março, disse a Economatica, mostrando que a retomada da economia tem incentivado os brasileiros a apostarem em investimentos de curto e longo prazo.

 

Segundo o cálculo da instituição de pesquisas, a renda variável, como ações, posições doadas, BDRs, units e posições short, representa 7,35% do total desses investimentos, enquanto a renda fixa, como debêntures, depósitos a prazo de instituições financeiras, operações compromissadas e títulos públicos, abocanha todo o resto: 78,83% do total do patrimônio dessa indústria. Dentre os investimentos em renda fixa, 44,26% do total é alocado em títulos públicos, 23,56% em operações compromissadas e 3,28% em debêntures.

 

Os brasileiros estão depositando mais dinheiro em fundos de investimento com a perspectiva de que o juros devam ficar na mínima histórica até pelo menos no ano que vem. Parte do otimismo também é desencadeado pelo expectativa com políticas mais pró-mercado por parte do governo Jair Bolsonaro, além de maior oferta de instrumentos financeiros que tragam retornos acima do CDI. Mesmo assim, o crescimento da exposição dos investidores brasileiros à renda variável e derivativos continua baixo – o que pode refletir a forte volatilidade vista ao longo dos últimos 12 meses.

 

Hoje, a curva de juros brasileira subia em bloco, com o DI para janeiro de 2020 negociando a 6,505%, enquanto o contrato para 2025 subia um ponto-base para 8,770%. A bolsa subia 0,14%, enquanto o dólar futuro se fortalecia pouco menos de 0,1% ante o real na B3.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis