TC Mover
Mover

Apreensão com novo governo, exterior deve contaminar desempenho do mercado

Postado por: TC Mover em 09/11/2018 às 8:56

Muitas reuniões, muita pompa e poucos anúncios vindos de Brasília deixam o clima tenso, e câmbio, juros e bolsa sentem o peso do que parece ser um despreparo da equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro para lidar com um Brasil quase quebrado e muito dividido. O investidor está cada vez mais ansioso com os sinais de esperneio dos políticos, que estão usando o Senado para mandar recados ao novo governo: pautas-bomba, demoras para votar projetos-chave antes da saída de Michel Temer da Presidência. O clima de letargia não deve mudar muito ao longo dos próximos dez dias, já que os feriados dos dias 15 e 20 deste mês devem deixar a atividade legislativa a meia marcha.

 

O Congresso só começará a explorar a situação da reforma da Previdência depois dessas datas. Os jornais falam que a equipe econômica poderia buscar a aprovação até o fim do ano de uma versão “light” da reforma, baseada em projetos de lei já prontos, elaborados por consultores do Congresso e que não iriam requerer mudança na Constituição. Entre as ideias, a criação de uma alíquota previdenciária complementar maior para servidores públicos federais, de até 22%, ajudaria a empurrar o problema de fluxo de caixa do sistema previdenciário com a barriga por mais um tempo. A alta incerteza está afastando o investidor, especialmente o estrangeiro, do mercado local. E isso está turbinando os prejuízos. A postura defensiva reflete não só o exterior mais complicado, mas a proximidade de um feriado nos EUA – programado para segunda-feira.

 

Hoje, a inflação medida pelo IGP-M, o índice que calcula o reajuste do aluguel, registrou queda de 0,11% na primeira prévia de novembro, sentindo o forte impacto da redução dos preços dos transportes. Além dos números do PIB britânico em linha com o esperado e a inflação chinesa desacelerando, o dia é de relativamente poucos indicadores. Continue atento à transição de governo e à confirmação do gabinete, especialmente quem comandará o Banco Central. O investidor também precisa ficar de olho na repercussão da decisão do Federal Reserve de ontem. Já nos resultados, o destaque é Kroton, que bateu consenso no lucro líquido e EBITDA ajustados do terceiro trimestre; teremos quase uma dúzia de teleconferências na sexta-feira, incluindo Banco do Brasil, Natura e Cyrela.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

— O tom de cautela voltou a imperar nos mercados mundiais nesta sexta-feira, após a decisão do Federal Reserve de ontem, que manteve a taxa-alvo de juros dos Estados Unidos inalterada, mas indicou uma esperada alta de juros para dezembro.

 

— As quedas na Ásia e a cautela com o Fed ajudam a puxar os índices europeus para baixo, com especial atenção à Itália. Ontem, a Comissão Europeia disse que os cálculos do país em relação ao próprio déficit fiscal estão errados e que é provável que o número chegue a 2,9% do PIB no próximo ano – acima da previsão do parlamento da Itália de 2,4% e quase no limite de 3% do bloco.

 

— A preocupação com uma política monetária mais apertada nos EUA e com as disputas comerciais ajuda a derrubar os preços do petróleo. O preço referência americano entrou ontem em território de correção.

 

Principais notícias corporativas

 

JBS: O maior frigorífico do mundo pode sentir algum respingo da nova fase da Operação Lava Jato de hoje, que prendeu o acionista controlador da empresa, Joesley Batista, por suposto envolvimento em propinas a políticos.

 

Sabesp: Sabesp divulgou lucro líquido de R$586 milhões de reais, com EBITDA ajustado de R$1,435 bilhão no terceiro trimestre.

 

Oi: A Pharol moveu um processo contra a Oi em Portugal pedindo indenização de cerca de €2 bilhões devido à prejuízos causados por violação de deveres legais.

 

Tesla: Robyn Denholm foi nomeada nova presidente do conselho de administração, substituindo Elon Musk.

 

B3: A companhia informou lucro líquido abaixo do consenso no terceiro trimestre e anunciou a aquisição da BLK Sistemas Financeiros, que é especializada em telas e algoritmos para corretoras. A teleconferência sobre os resultados está prevista para 11h00.

 

CVC: O balanço da companhia no terceiro trimestre avançou 18% e veio levemente acima do consenso. A teleconferência está prevista para 14h30.

 

Kroton: Informará os resultados do terceiro trimestre. Na véspera, Kroton ON caiu 5,5%, com o setor de educação sofrendo com a retomada econômica lenta, alto desemprego e elevada inadimplência.

 

Banco do Brasil: O banco realizará teleconferência sobre os resultados às 10h00. Ontem, a ação caiu 2% com releitura dos resultados do terceiro trimestre que mudou o cenário para a melhora na rentabilidade e o crescimento dos ativos do banco em meio à concorrência mais intensa.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

— 08h00: IPC-S Capitais até 7 de novembro – FGV

— 08h00: IGP-M Primeira Prévia de novembro – FGV

 

Indicadores internacionais

— N.D.: Investimento Estrangeiro Direto na China; anterior 2,9%

— 07h30: Prévia do PIB do Reino Unido no 3T; consenso 0,6% na base sequencial

— 07h30: Investimento das Empresas no Reino Unido no 3T; consenso 0,3% na base sequencial

— 07h30: Balança Comercial do Reino Unido em setembro; consenso -£11,4 bilhões

— 07h30: Produção do Setor de Construção no Reino Unido em setembro; consenso -0,5% na base mensal

— 07h30: Produção Industrial no Reino Unido em setembro; consenso 0,1% na base mensal

— 11h30: IPP Mensal dos EUA em outubro; consenso 0,2% na base mensal

— 11h30: Núcleo do IPP dos EUA em outubro; consenso 0,2% na base mensal

— 13h00: Confiança do Consumidor Michigan dos EUA em novembro; consenso 88,6

— 13h00: Estoques no Atacado dos EUA em setembro; consenso 0,8%

— 13h00: Contagem de Sondas de petróleo nos EUA – Baker Hughes; anterior 874

 

Resultados Corporativos
Antes da abertura: Kroton

Depois do fechamento: Unipar

 

Teleconferências
— 09h00: Portobello

— 09h30: Direcional

— 10h00: Iochpe-Maxion, Banco do Brasil, Natura

— 10h30: EZTec

— 11h00: Burger King, B3, Notre Dame Intermédica, Gafisa, Tenda

— 11h30: Kroton

— 12h00: Cyrela, Aliansce
— 14h00: Equatorial

— 14h30: CVC

— 15h00: Rumo

— 16h00: Energisa, Portobello

— N.D.: Copel

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis