TC Mover
Mover

Mau humor externo pode impulsionar cautela com propostas de Bolsonaro

Postado por: TC Mover em 23/10/2018 às 8:57

Em dia de forte aversão ao risco no exterior, os ativos brasileiros podem perder parte do patamar conquistado no pregão de ontem. Preocupações com a economia chinesa e com os desdobramentos do assassinato do jornalista saudita na Turquia levaram algumas das bolsas asiáticas e europeias aos piores níveis em quase dois anos, com consequente aumento da procura por ativos considerados seguros, como o iene japonês e os contratos de ouro.

 

Com o dia feio lá fora, prepare-se para uma dose extra de volatilidade exacerbada por aqui. O índice Ibovespa deve seguir o desempenho do ETF brasileiro iShares MSCI Brazil, que despencava 2% no pré-market em Nova Iorque. Já câmbio e juros devem acompanhar a alta procura pelos títulos da dívida americana de dez anos, cujo rendimento despencou para o menor patamar desde 16 de outubro, sinalizando a busca dos investidores por proteção em dia de horizonte nebuloso. Por aqui, os números de inflação medidos pelo IPC-S e pelo IPCA-15 podem adicionar mais pressão na curva de juros. No mês passado, o IPCA-15 teve variação anual de 4,28%; hoje, espera-se uma leve aceleração para 4,6%, na trave da meta do Banco Central para o ano. De acordo com economistas consultados pela TC News, o mercado de juros tem operado com certa cautela, apesar do otimismo com a vitória do candidato Jair Bolsonaro. A expectativa dos investidores é por um detalhamento maior das propostas econômicas para o ano que vem e a sinalização de um maior alinhamento dele com seu guru econômico, Paulo Guedes.

 

Fique de olho em possíveis pronunciamentos da equipe de Bolsonaro sobre as pautas mais caras ao mercado, como Previdência e desestatizações. Ontem, seu adversário, o candidato Fernando Haddad, disse não ter nenhum plano de privatizar estatais, caso eleito, e rebateu algumas propostas do outro time, como a cobrança por mensalidade em universidades públicas. Apesar de já ter se posicionado sobre determinados assuntos, a relutância de Bolsonaro em esclarecer seu plano de governo mantém os investidores parcialmente cautelosos, o que deve contribuir para a contaminação do mau humor externo por aqui.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: pode ser contaminado pela maior aversão ao risco no exterior, com queda nas moedas emergentes e alta procura dos títulos da dívida americana de dez anos.

 

— Juros: pode seguir o câmbio, de olho em IPCA-15 e IPC-S.

 

— Bolsa: pode seguir exterior ruim, à espera de balanços do terceiro trimestre e novos posicionamentos de Bolsonaro sobre plano econômico.

 

— Ações: Fique de olho em Eletrobras, com ameaça de processo pela Aneel em caso de leilão da distribuidora Amazonas; Light, com intenção de controladores de vender ações no mercado secundário; Taesa, com aprovação do Ibama para projeto ligando Paraguaçu e Aimorés; Iguatemi, com lançamento de plataforma de compras online para o próximo ano; Valid, com compra da Agrotopus; Banco do Brasil, com matéria do Valor dizendo que projeto de joint venture para turbinar área de investimentos será adiado; Biosev, com negociações para vender outras usinas, segundo a Reuters; Even, que vai emitir R$120 milhões em CCB; Marfrig, com compra da Keystone aprovada pelo órgão regulador do Japão.

 

— Destaques das recomendações: O Morgan Stanley elevou a recomendação do ADR de Petrobras ON ($PBR) para overweight e aumentou o preço-alvo de US$13,50 para US$21,50. Equipe vê papel subavaliado nas condições atuais do mercado de energia e dos fundamentos da empresa.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Aversão ao risco gera tombo nas bolsas, queda nas taxas dos Treasuries

— Biosev deve vender mais usinas para reduzir dívida, diz Reuters

— Tivit e BMG entram na fila de ofertas iniciais com eleição acabando

— China, Bolsonaro impulsionam minirrali; mercado de olho em inflação, anúncios

 

Valor Econômico

— Candidatos ajustam planos para capturar voto indeciso

— Ênfase da campanha em segurança é inédita

— Adesão ao ‘Refis do Funrural’ decepciona
— Licitação testa conformidade da Petrobras

 

O Estado de S.Paulo

— Em carta a Celso de Mello, Bolsonaro diz que Supremo é ‘o guardião da Constituição’

— ‘Militares terão espaço, mas não ocuparão um terço dos ministérios’, diz Bolsonaro
— Maior rede pró-Bolsonaro do Facebook é excluída após denúncia do ‘Estado’
— ‘Não tem nenhuma estatal no meu radar para ser vendida’, diz Haddad

 

Folha de S. Paulo

— Bolsonaro terá de amenizar discurso para Brasil não perder mercado externo

— Exemplo de Guedes, Chile tem contrarreforma da Previdência
— Rixa de Bolsonaro e PT é recente na economia
— Bolsonaro pretende viajar a Brasília para tratar de transição com Temer

 

Globo/G1

— Bolsonaro pede desculpas por declarações do filho em relação ao STF

— Temer já costura transição com Bolsonaro
— Com duras críticas ao PT, Marina Silva declara voto em Haddad

— Cabos eleitorais de Paes e Witzel tentam atrair a atenção de Bolsonaro

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais
— 08h00: Expectativa de Inflação dos Consumidores – FGV

— 08h00: IPC-S – FGV

— 09h00: IPCA-15 de outubro; consenso 4,6% na base anual

— 09h00: IPCA-15 de outubro; consenso 0,65% na base mensal

 

Indicadores internacionais

— 02h00: IPC-núcleo do Banco do Japão; anterior 0,5% na base anual

— 03h00: IPP da Alemanha setembro; consenso 0,3% na base mensal

— 09h55: Índice Redbook dos Estados Unidos; anterior 0,1% na base mensal

— 10h00: Atividade Econômica do México em agosto; anterior 0,4% na base mensal

— 11h00: Índice de Manufatura Fed Richmond dos EUA de outubro; consenso 25

— 11h00: Confiança do Consumidor da Zona do Euro em outubro; consenso -3,0

— 16h00: Balança Comercial da Argentina de setembro; consenso – US$ 1,12 bilhão

— 17h30: Estoques de Petróleo Bruto Semanal dos EUA – API; anterior -2,1 milhões

— 21h30: PMI Industrial do Japão em outubro; consenso 52,6

 

Eventos

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa Rede Globo/Estado de S.Paulo/Ibope para a Presidência

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa Rede Globo/Ibope para governos nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa Real Time Big Data para a presidência em diversos estados
— N.D.: Comissão Europeia discutirá medidas sobre orçamento da Itália

— 09h00: Reunião da diretoria da Aneel

— 12h00: Presidente Michel Temer tem reunião com Alberto Beltrame, ministro do Desenvolvimento Social

— 14h00: Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, tem reunião com Dyogo Oliveira, presidente do BNDES

— 17h00: Prazo para entrega de documentos para o leilão da Distribuidora Amazonas, da Eletrobras

 

Resultados corporativos

— N.D.: Indústrias Romi

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis