TC Mover
Mover

Estrangeiro volta às compras de títulos do governo, refletindo otimismo com a reforma

Postado por: TC Mover em 26/04/2019 às 14:58

O investidor estrangeiro elevou as compras de títulos de dívida do governo brasileiro no primeiro trimestre, sinalizando que 2019 pode ter participação crescente dos investidores não-residentes no segmento, com o maior otimismo do mercado sobre a possível aprovação da reforma da Previdência e os esforços para sanear as contas públicas.

 

O estoque detido por estrangeiros atingiu R$461 bilhões no fim de março, o maior desde junho de 2016, de acordo com números do Tesouro Nacional divulgados nesta sexta-feira. Neste ano, os estrangeiros só cortaram sua exposição a esse tipo de títulos. No trimestre passado, as compras líquidas de títulos do Tesouro Nacional pelos estrangeiros somaram R$42,5 bilhões, comparadas com vendas líquidas de R$1,16 bilhão no mesmo período de 2018.

 

Assim, a participação dos estrangeiros no estoque de dívida mobiliária do governo brasileiro subiu para 12,2% – bem abaixo dos 19% de cinco anos atrás. Os fundos de investimento continuam sendo os maiores detentores desses títulos, com uma posição equivalente a 27% do estoque total. Fundos de Previdência detêm 24% do total e os bancos, 22,3%.

 

Mesmo assim, gestores e contribuidores TC alertam para a possibilidade de que a tendência não se sustente, na esteira de alta volatilidade global e crescente aversão ao risco – que diminui o atrativo dos ativos de economias mais instáveis, ou arriscadas, como a brasileira. Eles dizem que uma aprovação da reforma da Previdência ajudaria a reduzir os temores com a sustentabilidade das finanças públicas do país no médio e longo prazo, assim como geraria uma percepção de menor risco.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis