TC Mover
Mover

Entre a cautela e o receio, mercado oscila à espera de decisão do BCE

Postado por: TC Mover em 07/03/2019 às 9:41

O mercado brasileiro se mostra cauteloso na abertura do pregão desta quinta-feira, com o investidor assumindo uma postura defensiva nos mercados futuros de câmbio e renda variável, em meio a temores sobre as conversas comerciais entre os Estados Unidos e China, a decisão de juros do Banco Central Europeu e o ruído político gerado pelas postagens do presidente Jair Bolsonaro durante o feriado de Carnaval.

 

As bolsas europeias e os futuros dos índices acionários americanos operam em queda após a chinesa Huawei processar o governo americano para contestar decisão que impede a venda dos seus produtos no mercado desse país. O investidor também mantém os olhos na decisão de política monetária do BCE – onde podem ser explicitadas reduções nas projeções para crescimento e inflação na Zona do Euro e uma nova rodada de operações de liquidez.

 

O investidor também reage ao mal-estar com a situação política, na esteira do tuíte de Bolsonaro sobre os excessos no Carnaval. Para traders e gestores como Dan Kawa, da TAG Investimentos, a repercussão negativa na mídia internacional e a importância dada à agenda ligada a costumes pode impactar na percepção do público e dos investidores sobre a urgência da reforma da Previdência.

 

O futuro da Ibovespa recuava 0,06% após abertura em leve alta, às 09h20. O movimento indica alguma postura cautelosa, à espera de vários indicadores como os dados do seguro-desemprego nos EUA e a decisão do BCE. A curva de juros futuros e o câmbio caminham na mesma direção, ao vaivém do mercado internacional. O leilão do Tesouro Nacional de LTNs, NTN-Fs e LFTs pode impactar os DIs, que recuavam em bloco nesta quinta-feira, em linha com o récuo do câmbio futuro na B3. O dólar marcou sua maior cotação do ano na véspera.

 

(Foto: Sede do BCE – Irish Times)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis