TC Mover
Mover

Em dia de agenda vazia, futuros sobem; no radar, caso Queiroz, casos de Covid-19 e Focus: Espresso

Postado por: TC Mover em 22/06/2020 às 8:59

Os futuros dos índices acionários americanos parecem encaminhados para subir pela quinta semana em seis, se usarmos o início forte do pregão desta segunda-feira como indicativo. Em geral, os investidores se apoiam na percepção de que a reabertura das maiores economias do mundo parece inevitável, pese à disparada nos casos diários confirmados de coronavírus – que ontem atingiram sua maior leitura para um dia só desde a eclosão da pandemia, lá em janeiro. É na esteira dessa confiança que o dólar americano recua ante moedas pares e algumas emergentes, assim como a volatilidade – cujo contrato futuro cai quase 6% no pregão europeu. No entanto, o ouro se aproxima da máxima de sete anos, refletindo a decisão do Federal Reserve de estender as compras de ativos ao segmento de dívida corporativa. O petróleo oscila entre a estabilidade e os ganhos leves, à espera de mais sinalizações por parte dos grandes produtores de que o atual programa de restrição de oferta será mantido por mais um tempo.

No entanto, é pouco provável que o calendário econômico tranquilo para hoje sufoque por completo a volatilidade nos preços dos ativos, disseram gestores e membros experientes do TC. A volatilidade deve prevalecer, à medida que o investidor pesa o impacto dos estímulos econômicos no mercado contra o potencial de uma segunda onda de infecções de Covid-19. A decisão de sexta-feira de fechar as lojas da Apple em vários estados americanos destaca o impacto perverso de mais casos no sentimento. Mas, como colocávamos lá em cima, mesmo com o aumento dos casos na Alemanha e na Flórida, Califórnia e Texas, nos Estados Unidos, é provável que os políticos não estarão dispostos a trazer de volta o confinamento por causa da economia. Os riscos geopolíticos também pesam. Na Ásia, por exemplo, o índice Hang Seng de Hong Kong fechou em queda de quase meio ponto percentual depois que detalhes da Lei de Segurança Nacional imposta pela China reforçou o temor de uma supervisão mais estrita da cidade.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis