TC Mover
Mover

Draghi sinaliza juro menor, viés flexível se Zona do Euro desacelerar

Postado por: TC Mover em 18/06/2019 às 10:14

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, sinalizou mais cortes de juros e mais compras de ativos caso o cenário para a economia da Zona do Euro seja de desaceleração, levando o presidente americano Donald Trump a atacar de novo os planos de flexibilização monetária dos países mais ricos.

 

Apesar de reiterar o compromisso do Banco Central Europeu com a estabilidade dos preços na região, Draghi disse que a autarquia monitorará de perto como as ferramentas de política monetária podem se adequar ao risco de uma inflação em queda. Ele também sugeriu que taxas de juros negativas já se mostraram muito úteis na estratégia do BCE de tirar a região da recessão. A taxa-alvo do BCE está neste momento em 0% e Draghi já disse que ela pode se manter nesse nível até meados do ano que vem.

 

Hoje, a agência europeia de estatísticas disse que a inflação ao consumidor na Zona do Euro desacelerou de 1,7% em abril para 1,2% em maio na base anual, deixando-a mais distante da meta oficial, de pouco menos de 2%.

 

Quem não gostou da sinalização de Draghi foi Trump, que, mais uma vez, disse que juros menores na Europa enfraquecem o euro e deixam o dólar americano menos competitivo. No Twitter, Trump chegou a dizer que os europeus, como a China, têm tirado vantagem da desvalorização das suas moedas por anos.

 

De qualquer maneira, a fala de Draghi alentou ainda mais a expectativa quanto à decisão de política monetária do BC dos Estados Unidos de amanhã. Os investidores, na grande maioria, esperam alguma sinalização para um relaxamento nos juros no futuro próximo.

 

O índice pan-europeu Stoxx600 avançava 1,25% a 383.20 por volta das 09h45, puxando os futuros dos índices Dow Jones e S&P500 para cima 0,57% e 0,61%, respectivamente.

 

(Foto: Mario Draghi/Marketwatch)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis