TC Mover
Mover

Debate da Previdência começa hoje; esperança de juros menores deve ditar clima no pregão Brasil e mundo afora

Postado por: TC Mover em 18/06/2019 às 9:02

A expectativa da decisão de política monetária dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos de amanhã deve marcar o pregão desta terça-feira. Hoje, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, disse que os cortes nas taxas de juros continuam fazendo parte das ferramentas da instituição e alertou que mais uma rodada de estímulos pode ser necessária se o cenário para a economia da região não mostrar sinais de melhoria. Há pouco, a agência europeia de estatísticas disse que a inflação ao consumidor na Zona do Euro desacelerou de 1,7% em abril para 1,2% em maio na base anual, deixando-a mais distante da meta oficial, de pouco menos de 2%.

 

As palavras de Draghi mudaram o rumo do mercado. As bolsas europeias e os futuros dos índices acionários americanos avançam com a esperança de uma sinalização de menores juros por parte do Federal Reserve amanhã, assim como dos BCs do Japão e do Reino Unido na quinta. Assim, a cautela deve imperar, pois riscos comerciais e geopolíticos ainda limitam qualquer melhora no sentimento de mercado: os países exportadores de petróleo ainda não se acertaram em relação aos cortes de oferta da commodity.

 

Por outro lado, não há sinais de que nem os EUA nem a China vão avançar na resolução da disputa comercial até seus dois líderes se reunirem, o que pode acontecer no final do mês. No entanto, quem não gostou da sinalização de Draghi foi o presidente americano,  Donald Trump, que de novo bateu na tecla protecionista e disse que juros menores na Europa enfraquecem o euro e deixam o dólar americano menos competitivo. Falando pelo Twitter, ele chegou a dizer que os europeus, igual que a China, têm tirado vantagem da desvalorização das suas moedas por anos.

 

Por aqui, a expectativa por um sinal mais dócil do Copom vem em meio a uma piora na relação entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e o Congresso Nacional. Não há nada de novo nisso, mas ela só se aprofunda na medida que avança a tramitação da Reforma da Previdência e se aproxima a apresentação do projeto de Reforma Tributária. Hoje o foco do investidor local estará na evolução do primeiro dia de debates sobre a Nova Previdência na Comissão Especial da Câmara. Há mais de 130 deputados inscritos para falar sobre o substitutivo de deputado Samuel Moreira na comissão. Uma  vez encerrado o debate, que deve acabar na semana que vem, o texto será votado no colegiado.

 

Para o investidor, se o Congresso liderar o processo de aprovação das reformas, tanto faz: o fato é que, tanto o governo Bolsonaro quanto as lideranças de Senado e Câmara estão cientes que, sem reforma, o país quebra. Ontem, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia,  disse que o Congresso está mais unido que nunca e que cuidará da agenda econômica como se fosse própria. Ontem, Ivan Kraiser, membro experiente do TC e sócio-gestor da Garin Investimentos, descreveu melhor que ninguém, no Twitter, o que o mercado acha da situação: “Foto 3×4: presidente manda cancelar propaganda do Banco do Brasil, Santos Cruz demitido, intervenção no BNDES, caso Moro. Big Picture: juros futuros na mínima histórica, Nova Previdência caminhando, Reforma Tributária ali na frente, privatizações. Cole no seu álbum a que mais lhe agrada!”

 

Hoje, a Facebook apresentou sua criptomoeda, que será lançada no ano que vem em conjunto com 27 parceiros. As iniciativas de pagamentos da rede social mais bem sucedida do planeta não deram certo, até o momento – e sua chegada ao mundo das criptomoedas parece tardia. A conferir. Teremos também a oferta pública de aquisição das ações da Tarpon Investimentos, que pediu cancelamento de registro. Hoje também será o primeiro dia de reunião do Copom e o primeiro de dois dias de leilões de linha por parte do BC. Na agenda de indicadores de hoje, haverá dados de construção de casas novas nos EUA. No Brasil, tivemos números de inflação medidos pelo IPC-S e pelo IGP-M, nada preocupantes.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

 

As bolsas europeias avançavam nesta terça-feira, puxando para cima os índices futuros americanos, após o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, dizer que reduções nas taxas de juros podem ser utilizadas para estimular a economia na União Europeia. Com a decisão de juros do Federal Reserve marcada para amanhã, os investidores estão atentos aos sinais de relaxamento de política monetária por parte dos bancos centrais de países desenvolvidos. O governador do Banco Central do Japão, Haruhiko Kuroda, indicou na semana passada que poderia estimular sua economia com mais liquidez em caso de necessidade.

 

Bolsas: Os futuros dos índices Dow Jones Industrials e S&P500 subiam 0,31% e 0,36%, respectivamente, puxados pela alta de 0,90% no índice pan-europeu Stoxx600, a medida que os investidores aguardam mais sinais positivos de estímulos monetários para as economias dos EUA e Europa. O índice Xangai Composto fechou em leve alta de 0,09%, consolidado no mesmo patamar de preço durante seis semanas, com investidores aguardando desfecho da disputa comercial entre os Estados Unidos e a China.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Principais notícias corporativas

 

 

Vale: A Vale suspendeu atividades de processamento de níquel na usina de Onça Puma, no Estado do Pará, após tomar conhecimento de decisão judicial determinando a suspensão, apesar de não ter sido notificada formalmente até o momento. A companhia está recorrendo.

 

Bradesco: O Bradesco irá propôr ao Conselho, em reunião no próximo dia 28, o pagamento de juros sobre capital próprio intermediários no valor de R$1,46 bilhões.

 

Intermédica: Demanda por oferta secundária da Intermédica supera duas vezes o montante de papéis oferecidos, dizem fontes (Estado)

 

Petrobras: Carf começa a julgar processos de R$7,9 bilhões da Petrobras referente à aluguel de plataformas de petróleo (Valor)

 

IRB Resseguros: Complexidade de modelo pode atrasar oferta de ações do IRB (Valor)

 

 

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

08h00 IPC-S Capitais semanal (junho) – FGV

08h00 IGP-M segundo decêndio (junho) – FGV

08h00 Monitor do PIB mensal (abril) – FGV

 

Indicadores internacionais

03h00 Alemanha – Índice de preços por atacado anual (maio)

03h00 Alemanha – Índice de preços por atacado mensal (maio)

06h00 Alemanha – Percepção econômica mensal (junho) – ZEW

06h00 UE – Núcleo IPC mensal (maio)

06h00 UE – Núcleo IPC anual (maio)

06h00 UE – IPC anual (maio)

06h00 UE – IPC anual (maio)

06h00 UE – Balança comercial mensal (abril)

06h00 UE – Percepção econômica – ZEW

09h30 EUA – Licenças de construção mensal (maio)

09h30 EUA – Construção de casas novas mensal (maio)

17h30 EUA – Estoques de petróleo bruto semanal – API

20h50 Japão – Balança comercial mensal (maio)

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis