TC Mover
Mover

Copom, agenda liberal e exterior aliviado devem marcar pregão

Postado por: TC Mover em 31/10/2018 às 9:52

O pregão desta quarta-feira deverá ser dominado pela espera da decisão de juros no Brasil e pelos anúncios do novo governo, que chegou pisando forte com uma agenda agressivamente liberal em um país a tempos corporativista e desconfiado da iniciativa privada. A movimentação tão ativa para uma equipe de transição faz lembrar a da do primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, quando, em novembro de 2002, o país estava quebrado e ele nomeou um médico para “sarar a economia”. O mercado também deve comemorar a ressurreição da agenda econômica do presidente Michel Temer, que ontem viu sinais positivos com o aceno do Senado em votar o projeto de lei da cessão onerosa – que sacramenta o acerto para a renegociação da mesma entre a União e a Petrobras. O papel PN da estatal fechou em alta de 6% a R$28.

 

Hoje também acontece o segundo dia de reuniões do comitê de política monetária do Banco Central, que anunciará sua decisão sobre a taxa básica de juros Selic a partir das 18h00. Diante da reação positiva do mercado ao resultado de eleição presidencial de domingo, com o câmbio e os juros futuros mostrando um recuo considerável, o Copom deverá manter a Selic em 6,50% ao ano. Preste especial atenção ao comunicado: o BC deve insistir nos benefícios de avançar na agenda de reformas, que podem ajudar a implementar um ajuste fiscal duradouro e severo, criar as condições para uma retomada econômica sustentável e ajudar a manter os juros em patamares baixos e estáveis.

 

Fique de olho ainda na reação ao IPC da Zona do Euro, que mostrou inflação dentro do esperado. Hoje tem fluxo cambial ao meio-dia e empregos privados ADP nos Estados Unidos, às 09h15. Fique atento aos resultados corporativos, que devem trazer balanços do Santander Brasil pela manhã e Lojas Americanas e IRB Brasil à noite. Hoje também haverá teleconferências da Smiles, Ecorodovias e do banco espanhol, que nos últimos trimestres surpreendeu no positivo com resultados bastante fortes.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: Deve reagir ao noticiário positivo sobre o novo governo, o exterior aliviado e à formação da última taxa Ptax do mês.

 

— Juros: Devem continuar com alguma compressão de prêmio à espera do Copom.

 

— Bolsa: Pode avançar de novo e procurar máximas históricas com balanços, a movimentação positiva no legislativo em relação à cessão onerosa e as reformas, assim como ao exterior mais tranquilo.

 

— Ações: Fique de olho nas operadoras como TIM Brasil ($TIMP3), Oi ($OIBR4) e Telefônica Brasil ($VIVT4), com inclusão pelo Senado da Lei de Telecomunicações na pauta para discussão e votação de hoje; Cosan ($CSAN3), que estaria interessada em aquisições ou em parcerias na área de refino com a Petrobras; Ecorodovias ($ECOR4), com lucro recuando no terceiro trimestre; Petrorio ($PRIO3), com receita operacional e EBITDA nas máximas históricas no terceiro trimestre; Forjas Taurus ($FJTA4), que recua com temor de fim de monopólio; bancos ($IFNC), após decreto que destrava investimento estrangeiro em fintech de crédito; RD ($RADL3), após lucro abaixo do consenso; Cielo ($CIEL3), com lucro abaixo do consenso; Petrobras ($PETR4), com a votação em urgência do projeto de cessão onerosa em comissão no Senado.

 

— Destaques das recomendações: O BTG Pactual retomou a cobertura do ADR da Telefônica Brasil/Vivo ($VIV) com recomendação de compra e preço-alvo de US$16,13.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— China e Japão ajudam dólar; final de outubro traz alívio para bolsas
— Fluxo de notícias positivo de nova equipe econômica, Congresso faz Ibovespa disparar
— Senado recebe pedido de urgência do projeto de cessão onerosa; Petrobras dispara
— Paulo Guedes comandará superministério da economia de Bolsonaro

— Bolsonaro convidou ex-Vale Castello Branco para comandar Petrobras, diz Reuters

 

Valor Econômico

— Mercado mostra dúvidas sobre a venda de reservas

— Plano para a Infraestrutura prevê R$ 180 bi

— Guedes quer duas reformas da Previdência

— Brasil defende tributação das gigantes da internet

 

O Estado de S.Paulo

— Moro admite participar do governo Bolsonaro

— Ministério do novo governo deverá ter até 16 pastas
— PSL ‘assedia’ senadores e deputados eleitos
— PF põe Operação Tritão contra fraudes em licitações no Porto de Santos

 

Folha de S. Paulo

— Fomos miseravelmente traídos por Lula, não farei mais campanha para o PT, diz Ciro
— ‘Não sou o mais capacitado, mas Deus capacita os escolhidos’, diz Bolsonaro em culto

— ‘Nós vamos salvar a indústria apesar dos industriais’ diz Paulo Guedes

— Após derrota, PT quer reforçar movimento pela soltura de Lula

 

Globo/G1

— Moro avalia que nomeação para o governo Bolsonaro não atrapalha a Lava-Jato

— Ato contra Bolsonaro em São Paulo termina em confronto
— Comissão pode votar hoje projeto que torna possível enquadrar ações de movimentos sociais como terrorismo
— Ambientalistas alertam para retrocesso na fusão do Ministério da Agricultura com Meio Ambiente

 

Agenda do dia


Indicadores nacionais
— 10h00: Confiança do consumidor – CNI; anterior 105,9
— 12h30: Fluxo cambial estrangeiro – BC

 

Indicadores internacionais
— 04h00: Vendas no varejo da Alemanha em setembro; consenso 0,5% na base mensal
— 07h00: Núcleo do IPC da Zona do Euro em outubro; anterior 0,9%
— 07h00: Taxa de desemprego da Zona do Euro  em setembro; consenso 8,1%
— 09h15: Variação de empregos privados dos EUA em outubro – ADP; consenso 187 mil
—  11h30: Estoques de petróleo bruto dos EUA; anterior 6,346 mi barris
— 21h30: PMI Industrial do Japão em outubro; consenso 53,1
— 22h00: PMI Industrial Caixin em outubro; consenso 49,9

 

Eventos:
— ND: Decisão de política monetária do Banco do Japão
— ND: Coletiva de imprensa do Banco do Japão
— 08h30: Reunião da Apimec com a CCR em Belo Horizonte

— 10h00: Presidente Michel Temer tem reunião com Eduardo Guardia, ministro da Fazenda

— 15h00: Temer tem reunião com deputado Rodrigo Maia

— 16h00: Deputado Onyx Lorenzoni, provável ministro da Casa Civil no governo Bolsonaro, deve se reunir com o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha

— N.D: STF julga incidência de IPI sobre a revenda de produto importado no mercado interno pelo importador.

Decisão negativa pode custar R$67 bi à União  
— ND: Senado pode votar regime de urgência para projeto da cessão onerosa
— ND: Previsão de votação da Lei de Telecomunicações na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado

— N.D.: Decisão de juros do banco central da Finlândia
— 18h00: Decisão da taxa de juros do Brasil – BC; consenso manutenção em 6,5%

 

Resultados Corporativos

 

— Antes da abertura: Santander Brasil, Arezzo
— Depois do fechamento: Energias do Brasil, Lojas Americanas, Engie, B2W, SulAmerica, Cia Hering, Copasa, Banco Inter    
— ND: IRB Brasil

 

Teleconferência:
— 10h30: Santander Brasil

— 11h00: Ecorodovias, Smiles
— ND: RD

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis