TC Mover
Mover

Copom mantém Selic; balanço de risco torna-se simétrico

Postado por: TC Mover em 20/03/2019 às 18:30

O comitê de política monetária do Banco Central, que deixou a taxa básica de juros Selic inalterada em 6,50% hoje, vê o atual quadro como propício para a manutenção do custo de crédito em meio às incertezas decorrentes da lenta retomada da economia, o cenário externo turvo e a necessidade de passar a reforma da Previdência em um ambiente político de difícil leitura.

 

Na primeira reunião liderada pelo novo presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, o comitê conhecido como Copom tomou uma decisão unânime, em linha com o consenso colhido pela TC News entre 11 economistas. O comunicado liberado junto com a decisão apontou que o balanço de risco se mostra simétrico, ou seja, as pressões altistas e baixistas sobre a inflação têm intensidade similar. O tom do documento reiterou a necessidade de manter a política monetária estimulativa, porém com o momento prescrevendo a manutenção da Selic nos níveis atuais.

 

Mesmo com os mercados de juros futuros precificando uma chance de corte na taxa básica antes de dezembro, é pouco provável que o Copom faça uma alteração antes de uma sinalização concreta de que o Congresso Nacional aprovará a reforma da Previdência, disseram economistas. O comitê há meses sugere que a sustentabilidade dos juros baixos depende da implementação de reformas e ajustes fiscais no país.

 

O contrato do DI com vencimento em janeiro, que chegou a cair 7 pontos-base ao longo do pregão de hoje, fechou em leve queda de 2 pontos, a 6,350% – o que sinaliza que há chances de um corte adicional na Selic antes da última reunião do ano.

 

(Foto: Divulgação)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis