TC Mover
Mover

Com recessão à vista, mercados ignoram Fed e BCs; no radar, pacote nos EUA, PMIs

Postado por: TC Mover em 23/03/2020 às 19:05

Os investidores voltaram a fugir do risco e derrubaram as bolsas de valores, puxando para cima os ativos mais seguros, como ouro e títulos do Tesouro dos EUA, apesar dos esforços do Federal Reserve e de vários bancos centrais, inclusive o brasileiro, de garantir uma enxurrada de recursos para manter o sistema financeiro funcionando em meio ao avanço da pandemia de coronavírus pelo mundo. A expectativa de uma recessão global, que nas palavras da diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, será igual ou pior que a da crise de 2008, exigindo uma grande articulação de países e organismos mundiais, manteve os índices de ações em queda expressiva, com o índice Stoxx600, da Europa, novo epicentro da epidemia, em baixa de 4,3%.

Nos Estados Unidos, onde cada vez mais Estados decretam quarentena enquanto o Senado não chega a um acordo para aprovar o pacote de socorro US$2 trilhões proposto pelo governo Donald Trump, os índices terminaram o dia perdendo quase 4%, eliminado três anos de ganhos. O ouro disparou 5% e os rendimentos dos Treasuries de 10 anos caíram 11 pontos-base, sinal da procura por proteção. No Brasil, a atuação do BC não evitou nova queda forte do Ibovespa.

Os tropeços do presidente Jair Bolsonaro, que teve de voltar atrás na proposta de ajuda aos trabalhadores prejudicados pelas quarentenas pouco antes de entrevista coletiva, aumenta a preocupação com a capacidade do governo de responder à crise. Mesmo o pacote de ajuda a Estados e municípios de R$85,8 bilhões não foi capaz de melhorar o ambiente político.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis