TC Mover
Mover

Clima de confronto derruba ativos de risco no Brasil e mundo afora; no radar, PIB: Espresso

Postado por: TC Mover em 29/05/2020 às 8:56

As bolsas, os futuros dos índices acionários americanos e as commodities de energia operam no vermelho na manhã desta sexta-feira, último pregão do mês de maio, à espera da anunciada coletiva de imprensa do presidente americano Donald Trump sobre a China. Para investidores sediados em Hong Kong, Londres e Nova Iorque, as palavras de Trump sobre a segunda maior economia do mundo deverão alimentar ainda mais as tensões geopolíticas, econômicas e comerciais – o que põe mais dúvidas sobre o ritmo e a magnitude da recuperação global pós-coronavírus. O dólar americano recua ante moedas pares, enquanto os juros dos Treasuries enxugam prêmio ao longo da curva – sinal de cautela pelo evento de hoje. Até o momento, nenhuma mídia americana antecipou nem o tom, nem o conteúdo do pronunciamento do presidente americano, que ontem deu sinais de que será duro no discurso. “Não gostamos do que a China está fazendo”, disse. O contrato do ouro atingiu hoje seu maior patamar em três dias.

 

Aliás, o clima nos Estados Unidos está bem turvo: a morte de um homem negro nas mãos de um policial branco gerou distúrbios em Minneapolis e Trump foi repreendido de novo pelo Twitter – por comentários relacionados aos protestos que, segundo as regras da comunidade, incitariam mais violência. Trump ontem assinou medida provisória que restringe alguns direitos das redes sociais. Na agenda econômica mundo afora, dados de gastos pessoais nos EUA devem mostrar queda recorde em abril; também saem dados de balança comercial e índice de preços PCE do mês passado. Por aqui, o destaque é a divulgação dos dados do PIB do primeiro trimestre, com quedas anuais e sequenciais esperadas de 1,50% e 0,40%, respectivamente. O Banco Central publica o resultado fiscal de abril. Na política, a escalada da disputa entre o presidente Jair Bolsonaro e o Supremo Tribunal Federal eleva a tensão em Brasília. Acompanhe o noticiário político, especialmente se Bolsonaro decidir cumprir a promessa de desobedecer a decisões judiciais.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis