TC News
News

Clima azeda com ameaças de retaliação da China aos EUA e mercados caem; foco em LDO, Powell

Postado por: TC Mover em 08/10/2019 às 9:09

Os futuros dos índices acionários dos Estados Unidos mudaram de direção abruptamente e passaram a cair, em linha com as bolsas europeias, na manhã desta terça-feira, após a China advertir que a decisão do governo americano de incluir oito companhias de tecnologia do país em uma lista negra por suposto uso de trabalho escravo deverá ser retaliada. A notícia vem a dois dias da retomada das negociações comerciais entre os dois países, lançando, mais uma vez, dúvidas sobre o rumo das conversas. Na Europa, os problemas relacionados ao Brexit interrompem a sequência de dois dias de ganhos do índice regional Stoxx600 Index, que era arrastado pelas ações de varejo e de turismo, após o premiê britânico Boris Johnson dizer à chanceler alemã Angela Merkel que uma saída negociada do Reino Unido da União Europeia era “essencialmente impossível”. O dia tinha começado bem, com o otimismo quanto às conversas EUA-China empurrando as ações asiáticas para cima.

 

Assim, Ibovespa, câmbio e juros futuros na B3 devem sentir a pressão e começar o dia no vermelho. Pelo que as manchetes mostram, o sentimento deve mudar pouco para melhor: a Bloomberg News soltou há pouco uma notícia, citando fontes, de que a Casa Branca deve limitar a exposição de um fundo do governo a ações chinesas – mais uma provocação da administração Trump a dois dias do começo das conversas. Trump já disse ontem que um acordo comercial rápido é improvável. O nível de hostilidade entre os dois países tem se agravado nos últimos três dias de forma considerável: Daryl Morey, gerente do time de basquete Houston Rockets, tuitou uma imagem apoiando os manifestantes pró-democracia de Hong Kong na sexta, o que foi rejeitado pelo povo chinês. O governo parou de transmitir jogos da NBA, a liga americana de basquete, em retaliação – colocando em risco o maior mercado para o esporte fora dos EUA. A coisa só piora.

 

Na agenda de hoje, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, fala no último dia da conferência anual da NABE em Denver, Colorado, um dia antes da divulgação da ata da mais recente reunião de política monetária da autarquia. Fique de olho na reunião dos governadores em Brasília para buscar um acordo que destrave o projeto da Cessão Onerosa. Hoje, o Congresso vota o relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias que, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, traz uma brecha para que as emendas indicadas por comissões da Câmara e do Senado e pelo relator do Orçamento sejam de execução obrigatória. Isso deixa o Orçamento mais engessado. A FGV divulgou o IGP-DI de setembro, que veio levemente acima do consenso. O presidente Jair Bolsonaro deve falar hoje sobre a situação do setor de telecomunicações em solenidade para a assinatura da Lei das Teles. No campo corporativo, fique de olho na Oi, com mais notícias sobre possível venda, e no IPO da Vivara, que será precificado hoje.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis