Cenário continua pressionado para ativos de risco; balanços e MP da Liberdade Econômica ficam no radar - TradersClub
TC News
News

Cenário continua pressionado para ativos de risco; balanços e MP da Liberdade Econômica ficam no radar

Postado por: TC News em 13/08/2019 às 9:00

Os mercados asiáticos registraram fortes quedas na madrugada desta terça-feira, puxando consigo as bolsas europeias e os futuros dos índices acionários americanos. As turbulências financeiras na Argentina e as políticas em Hong Kong deixam o investidor, há tempos estressado com a falta de progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China, à beira de um ataque de nervos. O dólar americano e o contrato do ouro sobem. A volatilidade, segundo o índice VIX, também está em alta, enquanto os ETFs de mercados emergentes recuam. 

 

Por um lado, os dados mundo afora pouco ajudam para firmar um sentimento melhor: o indicador de confiança Zew, na Alemanha, caiu mais do que o esperado, ficando perto do nível visto na Grande Recessão de 2008. Hoje, Hong Kong teve mais um dia de baderna, forçando o governo a cancelar voos após uma multidão invadir o saguão do aeroporto internacional. O outro foco de temores é a Argentina: mesmo irrelevante no cenário financeiro global, preocupa que o país dê calote de novo. Os vencimentos de dívida argentinos ultrapassam os US$35 bilhões neste ano. E as reservas não param de cair. 

 

Enquanto muitos tentam diminuir o peso da crise no Brasil, o fato é que a Argentina é o terceiro maior destino das exportações brasileiras, base de subsidiárias de empresas nacionais e é parte do projeto de erradicação do populismo de esquerda que o presidente Jair Bolsonaro queria liderar na região. Ontem, na B3, as companhias mais vinculadas à Argentina sentiram o peso da crise: Gol, a aérea brasileira que mais voa ao país vizinho, derreteu 7%. Itaú, cuja operação argentina de banco de atacado é a maior, fora do Brasil, despencou 4%. Cosan, dona da rede de combustíveis da Shell no país, caiu 2,3%. 

 

Voltando para o Brasil, se espera que a Câmara dos Deputados vote, na tarde desta terça-feira, a Medida Provisória da Liberdade Econômica – uma das principais iniciativas do governo Bolsonaro para desburocratizar o ambiente dos negócios. Entre os balanços do segundo trimestre, os destaques de hoje de manhã foram BTG Pactual, com forte desempenho, Bradespar e Banrisul. Depois do fechamento, pelo menos uma dúzia de companhias divulgam balanços, incluindo Qualicorp, Hapvida, Unipar, e Light. Mundo afora, no campo dos indicadores, a Alemanha e os Estados Unidos divulgam hoje, de manhã, o índice de preços ao consumidor de julho. A China divulga produção industrial anual, vendas no varejo e taxa de desemprego anual à noite.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Principais notícias corporativas

 

No âmbito corporativo, a Petrobras informou, na noite de ontem, que fara o pré-pagamento de R$2,7 bilhões à Petros e entidades sindicais para cobrir déficits atuariais. A Itaúsa aprovou o pagamento de dividendos a R$0,3405 por ação e informou lucro líquido recorrente de R$2,41 bilhões no segundo trimestre. A Ecorodovias informou que duas subsidiárias pagarão cerca de R$400 milhões a títulos de multas, obras e redução tarifária. O Burger King Brasil aprovou programa de recompra de até 1,22 milhões de ações ordinárias. 

 

Entre os balanços divulgados ontem à noite, a Magazine Luiza teve lucro líquido pro-forma de R$108,5 milhões, acima do consenso. A Direcional registrou lucro líquido de R$26 milhões, abaixo do consenso. A Cemig comunicou o aumento do plano de investimentos da Cemig Distribuição, com adicional de R$1,2 bilhão até 2022 e a redução de 25% dos cargos de gerência. A Azul informou o início de 34 operações na ponta aérea Rio-São Paulo.

 

A YDUQS registrou lucro líquido de R$202 milhões no trimestre passado. A São Martinho teve lucro líquido de R$91,5 milhões, abaixo do consenso. A Rumo teve lucro líquido R$185 milhões, acima do consenso. A Eletrobras registrou lucro líquido de R$5,5 bilhões, alta de 300% na base anual, enquanto a receita atingiu R$6,5 bilhões. O Banco Inter registrou lucro líquido de R$32 milhões no segundo trimestre deste ano, alta de 90% ante o mesmo período do ano passado e atingiu a marca de 2,5 milhões de contas digitais.

 

Agenda do dia

 

Indicadores internacionais

03h00 Alemanha – IPC mensal (julho)

03h00 Alemanha – IPC anual (julho)

03h00 Alemanha – Índice de preços ao consumidor harmonizado mensal (julho)

03h00 Alemanha – Índice de preços por atacado mensal (julho)

05h30 Reino Unido – Rendimento semanal médio mensal (junho)

05h30 Reino Unido – Taxa de desemprego mensal (junho)

06h00 UE – Percepção econômica ZEW mensal (agosto)

06h00 Alemanha – Índice ZEW de condições atuais mensal (agosto)

09h30 EUA – Núcleo IPC mensal (julho)

09h30 EUA – Núcleo IPC anual (julho)

09h30 EUA – IPC mensal (julho)

09h30 EUA – IPC anual (julho)

09h30 EUA – Rendimento real mensal (julho)

17h30 EUA – Estoques de petróleo bruto – API

23h00 China – Produção industrial anual (julho)

23h00 China – Investimento em ativos fixos anual (julho)

23h00 China – Vendas no varejo anual (julho)

23h00 China – Taxa de desemprego anual (julho)

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

 

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis