TC Mover
Mover

Cautela dispara ao redor do mundo com morte de general iraniano em ataque dos EUA; no radar, reações no Oriente Médio, petróleo e realização

Postado por: TC Mover em 03/01/2020 às 9:36

Os índices europeus e asiáticos e os futuros dos índices americanos despencavam, enquanto o petróleo Brent e WTI disparavam mais de 4% nesta sexta-feira após o presidente americano Donald Trump ter autorizado um ataque aéreo comandado por drones que matou o general iraniano Qassem Soleimani, ação que marca uma escalada do conflito entre os Estados Unidos e Irã e é visto por especialistas como um ato de guerra. Ativos como o ouro e os títulos das dívidas alemã e americana avançavam fortemente, sinal de maior percepção de risco por parte dos investidores e de que o dia pode ser de realizações e ativação da cautela ao redor de todo o mundo. Soleimani era considerado um líder de guerra no Irã, com status de herói nacional. O líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei, disse que a morte do general é “escalada perigosa” e prometeu vingança. Fortes protestos acontecem em Kerman, cidade natal do general, e demais regiões iranianas.

De acordo com um comunicado emitido pelo Pentágono, o presidente Trump autorizou o ataque que matou Soleimani, líder da ala estrangeira da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, como forma de impedir ataques contra alvos e interesses americanos. Além de Soleimani, o comandante paramilitar iraquiano Abu Mahdi al-Mohandes também foi morto – o comboio que os levava foi atingido na estrada que levava ao Aeroporto Internacional de Bagdá. De acordo com analistas, Soleimani era um dos membros do governo mais próximos do Líder Supremo do Irã. No início desta semana, integrantes de uma milícia apoiada pelo Irã tentaram invadir a embaixada dos EUA em Bagdá. Ontem à noite, possivelmente logo após o ataque, Trump tuítou a imagem de uma bandeira americana, sem nenhuma legenda explicativa.

Nesta primeira sexta-feira de 2020, além de acompanhar o noticiário sobre os desdobramentos do conflito entre EUA e Irã, alguns indicadores chamam atenção: os EUA divulgam PMI ISM industrial e de empregos no setor de manufaturas às 12h00. À tarde, informam sobre variação dos estoques de petróleo e contagem de sondas Baker Hughes – que, em dia de disparada dos preços da commodity, não deve ter tanto impacto nos mercados. Por aqui, com agenda econômica esvaziada, é importante ficar atento aos efeitos das tensões no exterior sobre os mercados domésticos.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis