TC Mover
Mover

Bolsa recua com possível atraso na votação da reforma; exterior bom limita queda

Postado por: TC Mover em 12/07/2019 às 15:07

A bolsa cai e os juros longos sobem nesta tarde de sexta-feira, após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, admitir que o segundo turno da votação da Reforma da Previdência pode ficar para agosto, frustrando as expectativas dos investidores de aprovação na Casa antes do recesso parlamentar, que começa dia 18 de julho.

Com a votação de cerca de vinte destaques, que começou ontem e se estende até a tarde desta sexta-feira, o intuito de Maia de votar o segundo turno hoje já não tem como se concretizar. Entre as emendas, a que prevê mudança para as regras de aposentadoria dos professores é o que mais incomoda a equipe econômica, que ainda comemora, por não ter havido prejuízos imprevistos entre as votações de destaques até o momento. Fontes disseram ao jornal O Estado de S. Paulo que a potência fiscal da reforma deve ficar em torno dos R$900 bilhões. Maia disse hoje, em entrevista à Rádio Bandeirantes hoje, que a maior dificuldade no momento é convencer os deputados a ficarem em Brasília no fim de semana.

A sessão desta sexta-feira foi aberta por volta das 12h00 e contava com pouco mais de 250 deputados. Cerca de duas horas depois, o quórum aumentou e chegou aos 419, mas ainda há risco de redução ao longo da tarde – o que pode ameaçar o cronograma. Até as 14h00, apenas um destaque havia sido votado: o PDT pedia a redução do pedágio de uma das regras de transição, mas foi derrotado por 296 votos contra 165. Na sessão de ontem, três mudanças foram aprovadas. Ainda faltam pelo menos seis destaques a serem analisados. “O importante é terminar o primeiro turno hoje. Depois disso, vamos ver se o quórum se mantém para sábado, semana que vem ou agosto”, disse Maia a jornalistas no Congresso.

Os ativos brasileiros operam instáveis no pregão de hoje. O Ibovespa tem leve queda de 0,07%, às 14h20, a 105.072 pontos. Também pesa no índice a proximidade da data do vencimento de opções em ações, que acontecerá na segunda-feira. No geral, ocorre uma pressão de baixa nesses dias em alguns papéis muito negociados, como bancos, estatais e siderúrgicas. O câmbio também opera no vermelho, com queda de 0,52%, a R$3,742, em linha com o derretimento da moeda americana lá fora. Os juros caminham em direções distintas, com o DI para janeiro próximo recuando 1,5 ponto-base, a 5,735%; os vencimentos mais longos avançam.

Entre os destaques do noticiário corporativo, a CSN divulgou fato relevante no início da tarde informando a conclusão das negociações com a Glencore e o recebimento de pré-pagamento de US$250 milhões por fornecimento adicional de minério de ferro de 10 milhões de toneladas em cinco anos. A CSN ON sobe 0,93%, a R$17,34. Marfrig, JBS e BRF tiveram preço-alvo elevado pelo Bradesco BBI, devido ao menor custo de capital do setor. Marfrig ON sobe 0,74%, a R$6,84; BRF e JBS recuam, 0,56% e 1,15%, respectivamente.

Segundo relatório do Itaú BBA, NotreDame Intermédica, BTG Pactual e Carrefour Brasil são candidatas a integrar o Ibovespa no próximo rebalanceamento do índice, refletindo o interesse do investidor em companhias que têm potencial de crescimento no setor financeiro e atreladas ao consumo doméstico. A primeira prévia da rebalanceamento do Ibovespa está agendada para 1º de agosto. NotreDame ON cai 0,56% na sessão de hoje; a unit do BTG Pactual recua 1%; Carrefour Brasil ON cai 0,38%.

Na próxima semana, o foco deve seguir voltado à Reforma da Previdência: tudo depende do desenrolar da sessão na Câmara desta sexta e se Maia conseguirá convencer os colegas a permanecer em Brasília amanhã. Também será importante ficar de olho nos indicadores que serão divulgados nos Estados Unidos e buscar sinais que reforcem a expectativa de corte de juros. De volta ao plano local, na segunda-feira pela manhã, será divulgado pelo Banco Central o IBC-Br de maio, uma espécie de prévia do PIB brasileiro.

(Foto: Rodrigo Maia e parlamentares/ Rodriges Pozzebom – Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis