TC Mover
Mover

Bolsa fecha em alta em dia volátil de olho no exterior; semana que vem, foco na ‘Super Quarta’

Postado por: TC Mover em 26/07/2019 às 17:24

Sem catalisadores importantes no plano local, o Ibovespa respondeu mais ao exterior nesta sexta-feira, e oscilou bastante ao longo do dia, mas acabou fechando no azul. Tanto os dados de crescimento do PIB americano – acima do consenso – quanto os balanços fortes de algumas companhias na maior economia do mundo foram insuficientes para mudar o cenário em relação à “Super Quarta” da semana que vem, quando o Federal Reserve e o Banco Central do Brasil devem decidir o que fazer com suas taxas-alvo básicas de juros.

 

A economia americana cresceu a uma taxa anualizada de 2,1% no trimestre abril-junho, acima do consenso de 1,8%, porém abaixo dos 3,1% do primeiro trimestre. Se a expansão atual continuar por mais um mês, se tornará a mais longa da história do país, de 121 meses consecutivos. Em Nova Iorque, os índices S&P500 e Nasdaq fecharam em níveis recorde após Alphabet e Starbucks divulgarem que suas receitas bateram o consenso de mercado e se mostrarem otimistas quanto às perspectivas futuras. O índice Dow Jones Industrials também fechou no azul.

 

Nesse contexto, o Ibovespa fechou em alta de 0,16% a 102.818 pontos.Entre as companhias, o destaque foi a forte queda da Petrobras, que cortou sua meta de produção para o ano de 2,8 milhões de barris dia para 2,7 milhões, com faixa de variação de 2,5% para mais ou para menos. O dólar futuro operava próximo da estabilidade ao meio-dia, com tendência de queda, e acelerou recuo após o Banco Central colocar US$1 bilhão em leilões de linha. Na reta final do pregão, operava em queda. Os DIs também caem em bloco.

 

Hoje, depois do fechamento do mercado, a Hypera irá divulgar resultados do segundo trimestre. Na semana que vem, teremos divulgações de balanços da Smiles, BR Distribuidora, Movida, Taesa, além de Itaú Unibanco e Vale. Dados do resultado fiscal consolidado do governo, estados e municípios de junho serão divulgados também, e, no dia 31, haverá fixação da taxa Ptax para a liquidação dos contratos futuros no câmbio. Além das decisões de juros, o investidor deve seguir atento aos desdobramentos da retomada das negociações comerciais entre os EUA e a China. Emissários dos dois países se reúnem entre segunda e quarta-feira da semana que vem em Pequim. Hoje, no entanto, o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que não espera grandes anúncios.

 

(Foto: Federal Reserve/ Divulgação)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis