TC Mover
Mover

Bolsa cai e dólar sobe com cautela por crise política e vencimento de opções

Postado por: TC Mover em 18/02/2019 às 11:29

O mercado brasileiro inicia a semana com dose maior de cautela diante da crise no governo, a poucos dias do envio da reforma da Previdência à Câmara, em um pregão de maior volatilidade pelo vencimento de opções sobre ações e sem a referência dos mercados americanos em razão de feriado nos Estados Unidos.

 

Por volta de 11h00, o índice Bovespa recuava 0,70% a 96.840 pontos, tendo oscilado até aqui entre 96.705 pontos, na mínima, e 97.526 pontos, na máxima. Dentre as blue chips, as ações mais líquidas do Ibovespa, os bancos puxavam o índice para baixo, enquanto Vale sustentava leve alta. Os papéis das empresas do setor educacional Kroton e Estácio tinham novo dia de desvalorizações, de mais de 1,5%,após o governo anunciar que vai investigar indícios de corrupção no MEC. Já Suzano ON liderava a ponta positiva, na esteira do dólar mais caro.

 

No mercado de câmbio, o dólar avançava 0,80% a R$3,733 na B3, contribuindo para o ajuste para cima também nos juros futuros, com o contrato para janeiro 2020 subindo 2 pontos-base para 6,390%. O mercado teme que o imbróglio sobre a possível demissão hoje do Secretário-Geral do governo, Gustavo Bebianno, atrapalhe o desenrolar da agenda de reformas no Congresso. A proposta para a Previdência será anunciada na Câmara na quarta-feira.

 

“O clima em geral é otimista em relação ao Brasil, mas o ceticismo em termos da execução das reformas ainda é alto. O investidor estrangeiro acompanha o País de perto, e até faz investimentos pontuais, mas somente deve vir para ficar quando a Reforma da Previdência for de fato aprovada”, diz nota a clientes da XP Investimentos, que visitou investidores institucionais dos EUA durante a última semana.

 

No exterior, com a ausência de Wall Street, as bolsas europeias atravessavam uma sessão com desempenhos mistos, monitorando a continuidade das negociações comerciais entre Estados Unidos e China. No fim de semana, o presidente americano Donald Trump disse que as conversas entre os dois países têm sido “muito produtivas”, e mencionou que um encontro como presidente chinês Xi Jinping “deve acontecer em algum momento”.

 

Mais uma rodada de discussões está prevista para esta semana, o que está ajudando a impulsionar o preço das commodities ao redor do globo – o petróleo opera perto do maior nível desde novembro. Na Ásia, o pregão fechou com os principais índices acionários perto dos maiores patamares em quase quatro meses.

 

(Foto: Gustavo Bebianno/Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis