TC Mover
Mover

Bolsa cai com exterior contaminado por fala de Draghi; dólar sobe

Postado por: TC Mover em 07/03/2019 às 16:39

O índice Bovespa passou para o lado negativo no final desta manhã com o movimento comprador do início do pregão, impulsionado pelos preços atrativos dos papéis mais líquidos, sendo mitigado pelo temor de uma desaceleração econômica mundial e pela falta de notícias sobre a reforma da Previdência.

 

O pregão, antes liderado pela alta moderada das ações de bancos como Itaú, Banco do Brasil e Bradesco, caía 0,25% às 11h50, perdendo os 94 mil pontos, puxado pelas concessionárias CCR e Ecorodovias e pela Eletrobras.

 

Os comentários do presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, azedaram o humor externo após a decisão de juros na Zona do Euro, com cortes na perspectiva de crescimento da região para este ano e uma demora para renovar um esquema de empréstimos a bancos comerciais na região. A autarquia sinalizou uma forte reversão de viés, sinalizando planos para novas medidas de estímulo menos de três meses após a retirada do seu programa de compra de títulos, tornando-se o primeiro banco central a atenuar sua política em resposta à desaceleração global.

 

Além do exterior mais pessimista, os investidores locais avaliam a atual situação política do governo do presidente Jair Bolsonaro e quais as condições desta para a aprovação da reforma da Previdência. Segundo um trader sediado em São Paulo, o mercado está “perdendo a paciência com o desvio de foco e a falta de notícias” sobre o assunto.

 

Com isso, o dólar futuro também acelerava 0,53% para R$3,866, a maior cotação do ano, acompanhando a moeda americana no exterior e levando a curva de juros junto. A alta nos juros se sente especialmente na ponta longa, mais sensível às mudanças de sentimento vindas de fora. O investidor deve ficar de olho em possíveis articulações do governo Bolsonaro em direção à Previdência – o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve fazer uma análise política da reforma na próxima segunda-feira, segundo a Bloomberg.

 

(Foto: Mario Draghi/Remy Steinegger)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis