TC News
News

BCs e esperança de remédio para vírus fazem bolsas subirem; mercado aguarda mais incentivos

Postado por: TC Mover em 19/03/2020 às 19:01

Os mercados financeiros viveram um dia mais positivo

Com aumento do apetite por risco, em meio a novos incentivos dos bancos centrais e dos governos, inclusive do Brasil, para combater os impactos da epidemia de coronavírus na economia mundial e nos mercados.

O bom humor foi reforçado por notícias de que uma droga usada para combater a malária estaria tendo sucesso no tratamento das pessoas infectadas pelo vírus.

Mas foi a atuação firme do Federal Reserve, abrindo linhas de swap cambial em dólar para vários bancos centrais, inclusive o Brasil, para aliviar o aperto de liquidez global, e do Banco Central Europeu, anunciando um pacote de recompra de títulos de 750 bilhões de euros, que deram o sinal para a retomada das bolsas.

O menor risco de uma crise financeira no curto prazo

Dá tempo para os pacotes de incentivos anunciados pelos governos entrarem em prática e surtirem efeito, o que reduz um pouco o receio de uma recessão global.

Com isso, os preços das commodities subiram, ajudando as ações e as moedas de países emergentes.

A informação de que o governo americano pretende intervir na guerra de preços entre sauditas e russos fez o petróleo disparar 24% e impulsionou as petroleiras e a alta do Ibovespa, enquanto o dólar perdeu força diante do real depois de o Banco Central atuar por três vezes, oferecendo linhas e dólar à vista para acalmar o mercado.

O dólar mais baixo e o anúncio pelo governo brasileiro

De medidas para ajudar a economia também derrubaram os juros futuros.

Mas a cautela continua, e a recuperação de hoje ainda é modesta diante da perda, de 30% do Dow Jones e de 41% do Ibovespa no ano.

A forte oscilação do Ibovespa no dia que foi de queda de 7% a alta de 5% no dia, indica que ainda falta convicção no mercado, mesmo com preços muito atrativos, e mantém o investidor em uma verdadeira montanha-russa.

A expectativa amanhã seguirá com o crescimento da epidemia, que além da Europa agora cresce nos Estados Unidos e começa a deslanchar no Brasil. E novos incentivos podem ser anunciados.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis