TC Mover
Mover

Batalha da Previdência começa bem; pregão marcado por conversas EUA-China, dados

Postado por: TC Mover em 15/02/2019 às 8:34

Os mercados globais ainda estão ressentidos com os números de vendas no varejo americanos da véspera e operam na defensiva, em meio à fortaleza do dólar americano e uma volta da aversão ao risco. O investidor precisa ficar atento às notícias das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China, que acabam hoje em Pequim, a 15 dias de final do prazo para um aumento unilateral de tarifas comerciais por parte dos americanos. O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, tuitou na madrugada que as reuniões tinham sido “produtivas”. De acordo com o jornal South China Morning Post, de Hong Kong, o presidente chinês, Xi Jinping, deve se reunir com a delegação americana hoje.

 

Mesmo assim, o mercado preferiu se proteger e realizar. Na Ásia, os mercados recuaram das máximas de quase quatro meses, enquanto os índices acionários europeus e os futuros das bolsas americanas caem. O dia deve ser assim: volatilidade para lá, notícia e mais ruído para cá. Um agravante a mais no pregão americano deve ser a decisão do presidente americano Donald Trump de buscar, via decreto, o financiamento necessário para construir um muro na fronteira com o México. Ele relutantemente aceitou alguns pontos oferecidos pelo Congresso – evitando assim mais uma paralisação parcial do governo federal.

 

Aqui no Brasil, a notícia continua sendo o anúncio de um acordo para o texto final da reforma da Previdência, que será enviado ao Congresso no próximo dia 20. Em geral, os detalhes que foram explicitados ontem pelo governo vieram bem mais severos do que o mercado esperava – por isso o rali na bolsa, nos juros e no câmbio na última hora do pregão. A idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres está acima do que o inicialmente esperado, de 62 e 57, respectivamente. O período de transição de 12 anos supera os dez que se rumoravam – mas o mercado entendeu isso como uma concessão. A informação de que a reforma pouparia R$1,1 trilhão também animou o investidor – muito nervoso pelas declarações do presidente Jair Bolsonaro há meses sobre o tom do projeto.

 

Agora a pergunta que deve ocupar o investidor é: será que essa proposta sobrevive aos embates no Congresso e ao lobby das corporações que se opõem à reforma? A ver. Fique de olho hoje, além das reuniões EUA-China e das notícias sobre a Previdência, no IBC-Br de 2018 do Banco central, vendas no varejo no Reino Unido e indicadores de atividade nos Estados Unidos. No front corporativo, teremos resultados da Usiminas e da Alpargatas e teleconferências do Banco do Brasil e da Cosan; não deixe de prestar atenção ao desenrolar da tragédia da Vale, que pode continuar impactando o preço do papel.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

Apesar da breve trégua na cautela dos últimos dias, a segunda semana de fevereiro deve fechar em queda na maior parte dos mercados acionários ao redor do mundo com receios sobre a situação econômica dos países desenvolvidos, como os EUA e a Alemanha. Ao longo da semana, alguns indicadores apontaram que 2019 pode ser um ano de desaceleração do ritmo mundial, com destaque para a divulgação, nesta madrugada, do índice de preços ao consumidos na China – que elevaram os riscos de uma deflação.

 

Hoje à tarde, teremos indicadores de indústria nos EUA, que podem corroborar com a fraqueza do varejo no país em dezembro, a maior queda desde 2009. Já na Europa, as ações do setor automobilístico puxam as quedas, com receios de desaceleração econômica no continente; a estagnação econômica do país no final do ano passado começa a preocupar os investidores. Fique de olho em dados da balança comercial da Zona do Euro e no varejo britânico.

 

Enquanto isso, as conversas entre os governos americano e chinês finalizaram hoje em Pequim; na madrugada, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, tuitou que as conversas foram produtivas. A semana que vem começa com as bolsas dos EUA fechadas por conta do feriado do Dia do Presidente.


Principais notícias corporativas

 

Grendene: A Grendene registrou um lucro líquido de R$251,3 milhões referente ao quarto trimestre, leve aumento de 0,3% na comparação anual.

 

Grendene II: A Grendene informou que deixará de divulgar guidance operacional por entender que esta prática deixou de agregar valor para a companhia.

 

Petrobras: A Petrobras informou que vai provisionar R$3,5 bilhões no resultado do quarto trimestre em função de acordo junto à Agência Nacional do Petróleo, a ANP, a respeito de cobrança relacionada à unificação de campos do Parque das Baleias.

 

Cyrela: A Cyrela publicou um prejuízo líquido de R$600 mil no quarto trimestre, ante resultado positivo de R$4,1 milhões em igual período em 2017.

 

BTG Pactual: Ex-ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, será sócio do BTG Pactual (Veja)

 

EDP Brasil: Fundo ativista defende venda da EDP Brasil (Valor)

 

Gafisa: Em reviravolta, Gafisa muda de dono (Valor)

 

Avianca: Avianca precisa de venda de ativo e aporte, diz laudo (Valor)

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

08h00 IGP-10 – FGV

08h00 IPC-S – FGV

08h00 IGP-M 2ª prévia – FGV

08h30 IBC-Br – Banco Central

 

Indicadores internacionais

02h30 Japão – Utilização da capacidade instalada mensal (dezembro)

02h30 Japão – Produção industrial mensal (dezembro)

07h30 Reino Unido – Vendas no varejo mensal (janeiro); consenso 0,10%

07h30 Reino Unido – Vendas no varejo anual (janeiro); consenso 3,40%

07h30 Reino Unido – Núcleo de vendas no varejo mensal (janeiro); consenso 0,20%

07h30 Reino Unido – Núcleo de vendas no varejo anual (janeiro); consenso 3,00%

08h00 UE – Balança comercial (dezembro)

11h30 EUA – Preços de bens exportados mensal (janeiro) -0,40%

11h30 EUA – Preços de bens importados mensal (janeiro) -0,20%

11h30 EUA – Índice Empire State de atividade industrial (fevereiro); consenso 6,5

12h15 EUA – Utilização da capacidade instalada (janeiro); consenso 78,80%

12h15 EUA – Vendas da indústria mensal (janeiro); consenso 0,20%

12h15 EUA – Produção industrial mensal (janeiro); consenso 0,20%

13h00 EUA – Confiança do consumidor Michigan (fevereiro); consenso 86

13h00 EUA – Expectativa de inflação Michigan (fevereiro)

 

Resultados trimestrais

A.A. Usiminas

D.F. Alpargatas

Teleconferências de resultados

10h00 Banco do Brasil

10h30 Grendene

11h00 Smiles

12h00 Usiminas

14h00 Cosan

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis