TC Mover
Mover

Balanços no EUA e sinal positivo da China sobre o acordo impulsionam bolsas; no radar:  PSL, Kanczuk e Bolsonaro

Postado por: TC Mover em 15/10/2019 às 9:04

As ações europeias e os futuros dos índices acionários americanos avançam nesta manhã, nas vésperas da divulgação da primeira grande leva de balanços nos Estados Unidos. Contudo, a cautela exerce certo peso. Com o ouro subindo e os rendimentos dos Treasuries de dez anos despencando, após o feriado do Dia do Descobrimento da América, que fechou os mercados de renda fixa em Nova Iorque ontem. O catalisador dessas altas é a declaração, na madrugada de hoje, de Geng Shuang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, que confirmou que a descrição do acordo parcial de comércio divulgado pelos Estados Unidos estava “correta”. Entre os dados, o destaque foi a alta nos preços ao consumidor da China, que avançou no ritmo mais forte desde 2013. Esse dado, de acordo com membros experientes do TC, pode ter alguma repercussão nos próximos capítulos da guerra comercial.

No plano local, a notícia do dia são as reverberações da briga entre o presidente Jair Bolsonaro e seu partido, o PSL, que tomou um rumo diferente com a operação da Polícia Federal desta manhã. O alvo da ação, que investiga o lançamento de candidaturas laranjas pelo partido no estado de Pernambuco, é o chefe do PSL e deputado federal Luciano Bivar. Bolsonaro já ventilou a possibilidade de sair da legenda, sugerindo uma gestão pouco republicana do partido. Segundo coluna da revista Veja, a ala que apoia Bolsonaro na guerra do PSL vem formando, em segredo, “uma espécie de dossiê” com denúncias de filiados sobre a corrupção envolvendo o grupo de Bivar. Para o membro experiente do TC e analista político da IdealPolitik, Leopoldo Vieira, a operação da PF contra Bivar pode resultar no fortalecimento de partidos liberais na economia. A conferir.

Para hoje, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado sabatina Fábio Kanczuk, indicado para o cargo de diretor de política monetária do Banco Central. Fique de olho na repercussão das matérias de que o governo vai enviar ao Congresso uma medida provisória para acabar com a multa de 10% que empresas pagam sobre o saldo do FGTS quando demitem funcionários. Isso deve mudar as projeções do Orçamento e abrir espaço para mais despesas, aliviando o Teto de Gastos. O Senado retoma as discussões sobre as regras do leilão de sobras. No exterior, o Japão informa dados de produção industrial; e os EUA comunicam dados de atividade manufatureira, por meio do índice NY Empire State de outubro. Também fique de olho na pesquisa XP/Ipespe de outubro que mostrou melhora, dentro da margem de erro, na avaliação positiva de Bolsonaro.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis