TC News
News

A um dia do payroll, mercados ensaiam melhora, mas viés de cautela persiste; PMIs, Congresso concentram atenções

Postado por: TC News em 03/10/2019 às 9:05

Os futuros dos índices acionários americanos ensaiam uma melhora e apontam para abertura em alta nesta quinta-feira cheia de divulgações de indicadores de atividade. Já na Europa, a direção das bolsas continua indefinida – em parte pela preocupação de que dados de pedidos de compras industriais no continente e no Reino Unido continuam perto dos níveis considerados como recessivos. A percepção imperante na Zona do Euro é que as companhias do bloco estão presas no fogo cruzado da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, que prejudica o ambiente econômico e as exportações. As ações caíram na maior parte da Ásia, especialmente em Tóquio, onde o tombo ultrapassou os 2%. O clima de cautela persiste e os rendimentos dos títulos de dívida soberana americana, alemã, japonesa e britânica recuam – uma clara indicação de que o investidor está procurando por ativos seguros. O dólar americano avança levemente ante cesta de moedas pares, e a volatilidade, medida pelo índice VIX, recua pouco menos de 3%.

 

O exterior preocupa, mas os problemas domésticos não devem ser ignorados. Desde que o projeto de Reforma da Previdência chegou ao Senado, após ser aprovado pela Câmara, a economia prevista para o período de dez anos foi reduzida em pouco mais de R$130 bilhões, passando a R$800,3 bilhões. Assim, o investidor deve se preparar para uma batalha de manchetes confusas e recados entre Congresso e governo, que age agora para evitar mais derrotas no segundo turno. Inicialmente prevista para a próxima quinta-feira, a data está indefinida, mediante o uso do interstício para achacar o governo. Felizmente, a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, impediu ontem a aprovação de destaques que poderiam tirar mais de R$250 bilhões da economia fiscal da reforma. Porém, preocupa que Guedes, que sempre parte para a briga, cumpra a promessa de compensar “cada bilhão” de perda no projeto que reconfigura o Pacto Federativo e descentraliza recursos em favor de estados e municípios, disseram dois senadores à TC Mover.

 

Hoje, fique de olho no noticiário político, com foco na maneira como governo vai intensificar o mapeamento de pendências e demandas no Senado. Segundo a imprensa, Alcolumbre alertou Guedes de que a articulação para a votação da reforma claudicava. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, disse que qualquer compensação na emenda do Pacto Federativo não é troco, mas acordo que precisa ser referendado pelos senadores. Cada vez mais durão, Alcolumbre disse ao governo que o Senado quer uma postura mais incisiva por parte do presidente Jair Bolsonaro para que seja resolvida a partilha do bônus da cessão onerosa. Assim que fique atento à tentativa de acordo hoje para a edição de uma medida provisória que garanta a divisão dos recursos com estados e municípios. Entre os indicadores, serão divulgados os PMIs composto e de serviços do Brasil, referentes a setembro, às 10h00. Muita atenção aos dados de pedidos de seguro-desemprego da semana nos EUA, que sempre trazem alguma volatilidade ao pregão, e ao índice de atividade de serviços ISM de setembro. Será feriado na China, na Alemanha e na Coreia do Sul.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis