TC Mover
Mover

União e Petrobras aproximam posições na cessão onerosa, diz Valor

Postado por: TC Mover em 19/03/2019 às 10:05

O ministério da Economia, lidando com uma séria crise fiscal, conseguiu diminuir para menos de US$14 bilhões o valor do pagamento a ser feito pelo Tesouro Nacional à Petrobras pela renegociação do contrato da cessão onerosa, disse o jornal Valor Econômico nesta terça-feira, sinalizando que as partes estão chegando perto de definir um dos gatilhos mais importantes para o papel da estatal.

 

Segundo informações de fontes que falaram com o Valor, ambas as partes já estão próximas de um desfecho sobre o assunto. Um interlocutor que falou com o jornal disse que o entendimento estaria em volta de US$10 bilhões – os mercados esperam entre US$8 bilhões e US$12 bilhões, – mas um número final ainda não está fechado.

 

Segundo o Valor, espera-se uma coletiva do ministério da Economia amanhã sobre medidas de ajuda financeira para os Estados, a cessão onerosa e a capitalização da Eletrobras. Segundo o Valor, o anúncio pode ser postergado por conta da apresentação do projeto de reforma da Previdência dos militares.

 

indenização decorrente da renegociação da cessão deve servir para a Petrobras financiar sua participação na rodada de ofertas de áreas do pré-sal, o que não agrada tanto ao mercado – analistas e gestores achavam que a companhia usaria o dinheiro para reduzir sua dívida. O objetivo da Petrobras é abrir mão de ativos paralelos à veia principal da companhia para se dedicar às atividades relacionadas ao pré-sal.

 

O papel PN da estatal ja acumula alta de 27% no ano à expectativa da resolução da cessão, mais desinvestimentos e de um programa de redução de custos. Outros gatilhos, segundo membros da comunidade TC, incluem a saída da Petrobras do capital da Braskem, a venda da TAG e da fatia na BR Distribuidora via oferta de ações.

 

(Foto: sede da Petrobras/Agência Brasil )

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis