TC News
News

Rumo recua após rejeição de renovação antecipada da Malha Paulista

Postado por: TC News em 10/07/2019 às 11:07

As ações ON da Rumo Logística recuavam pelo primeiro dia em cinco nesta quarta-feira, após o Ministério Público Federal manifestar opinião contrária à renovação antecipada da concessão da Malha Paulista – elevando os riscos regulatórios de uma operação chave para a empresa de logística.

 

O promotor federal Júlio Marcelo de Oliveira manifestou opinião negativa sobre o plano de renovação antecipada da concessão na segunda-feira, citando a necessidade de releiloar a Malha Paulista em 2028 para maximizar os benefícios para a União. O parecer de Oliveira não é final, pois o Tribunal de Contas da União ainda precisa decidir sobre o assunto.

 

O papel recuava 0,14% a R$21,65 por volta das 10h45, reduzindo a alta do papel no ano para 27%. Rumo ON era um dos únicos cinco papéis no Ibovespa que recuavam em dia de forte alta no índice.

 

“Apesar de negativa a notícia, mantemos nossa visão de que a renovação antecipada da Malha Paulista ainda pode ser aprovada,” possivelmente neste trimestre, disseram analistas do Bradesco BBI liderados por Victor Mizusaki. Segundo ele, a Companhia Brasileira de Logística e Planejamento publicou seu Plano Logístico Brasileiro, que estima que novos investimentos no setor ferroviário – entre eles, a renovação antecipada das concessões ferroviárias – poderão mais do que dobrar os benefícios econômicos anuais para R$54,7 bilhões. “Em nossa opinião, faz sentido renovar as concessões ferroviárias de forma antecipada,” disse Mizusaki, que manteve recomendação de compra para a Rumo e ajustou o preço-alvo do papel para R$28,00.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis