TC News
News

Resultado desagrada e Ser ON cai, mas analistas reiteram compra por ensino a distância

Postado por: TC News em 08/11/2019 às 14:24

O BTG Pactual, o Bradesco e o Itaú BBA reiteraram sua recomendação de compra para a ação ON da Ser Educacional – mesmo tendo considerado os resultados relativamente decepcionantes em alguns aspectos -, levando em conta a perspectiva de crescimento para além do curto prazo, especialmente no segmento de educação a distância.

 

“Apesar da dinâmica de ganhos branda – algo comum para empresas de educação listadas no país -, a SER ainda é um dos cases de crescimento mais interessantes no segmento superior, pois o ensino a distância deve gradualmente ganhar impulso, com a base de alunos dobrando em três anos, à medida que se consolida a forte expansão dos centros de educação a distância”, dizem os analistas do BTG Pactual em relatório desta sexta-feira. Eles ainda destacam o múltiplo atraente do papel, negociado a um preço equivalente a 11 vezes o lucro por ação para 2020.

 

Para o Bradesco, fora a questão do ensino a distância, pesa a favor da companhia a aquisição recente da Uninorte, que os analistas esperam que passe a incrementar os resultados a partir do ano que vem. “Além disso, atualmente, a empresa é o nome mais barato em nossa cobertura educacional, sendo negociada a um preço equivalente a 13 vezes o lucro estimado, ante 14 vezes dos pares”, complementam.

 

A Ser Educacional divulgou seus números nesta manhã, em linha com o esperado pelo BTG Pactual. O lucro líquido ajustado foi de R$36 milhões, queda de 18,8% em relação ao mesmo período do ano passado. A empresa registrou receita líquida de R$289 milhões, aumento de 1% na base interanual, e EBITDA ajustado ex-IFRS 16 de R$68 milhões, queda de 9,5% ante o ano passado, com margens afetadas por maiores despesas com vendas, gerais e administrativas – um ponto negativo destacado pelo Itaú BBA.

 

O preço-alvo em 12 meses é de R$32 para o BTG Pactual; o Itaú estima R$26 para o fim deste ano, enquanto o Bradesco calcula R$29 para o papel. Às 12h20, a ação ON da companhia caía 3,31%, negociada a R$23,68; no ano, sobe 69,31%.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis