TC News
News

Margens fracas da BR Distribuidora no trimestre decepcionaram, avaliam analistas

Postado por: TC News em 01/08/2019 às 14:01

A estratégia da BR Distribuidora de recuperar fatia de mercado na distribuição de combustíveis via uma redução dos preços por metro cúbico impactou negativamente nas margens, no resultado do segundo trimestre e na percepção do mercado sobre o rumo da maior empresa de combustíveis do país, analistas de quatro corretoras disseram nesta quinta-feira.

 

Ontem à noite, a BR Distribuidora registrou EBITDA ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – de R$541 milhões, o equivalente a R$54 por metro cúbico, número 16% abaixo do consenso de mercado. Tanto as vendas no varejo quanto o resultado B2B – venda direta para empresas – desapontaram, fruto da estratégia de redução de preços para recuperar participação de mercado, disseram equipe de naálise de Safra, Bradesco BBI, BTG Pactual e UBS.

 

As recomendações para as ações ON da BR Distribuidora variaram: o BTG Pactual e o Safra mantêm a ação como neutra. Com a economia doméstica ainda sem tracionar, existem outras oportunidades melhores para capturar ganhos, disse Thiago Duarte, do BTG Pactual. Por outro lado, o UBS e o Bradesco BBI mantém recomendação de compra das ações com preço-alvo de R$30 reais, ambos, por acreditarem que, após o processo de privatização, a companhia deve melhorar a governança corporativa, evoluir rapidamente na redução dos custos e, mais a frente, se beneficiar da melhora da economia doméstica.

 

Às 11h10, as ações ON da BR Distribuidora disparavam 3,20% a R$27,45, após tocar o patamar de R$25,81 próximo da abertura, com investidores reavaliando os resultados da companhia e vislumbrando melhores perspectivas à frente. No ano mostram ganhos de 17%.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis