Compre Petrobras por mais autonomia para vender ativos, diz UBS - TradersClub
TC News
News

Compre Petrobras por mais autonomia para vender ativos, diz UBS

Postado por: TC News em 12/02/2019 às 13:05

O UBS elevou a recomendação das ações da Petrobras para compra oito meses após sugerir exposição neutra e aumentou o preço-alvo em 27%, ao perceber maior independência da nova administração em vender ativos e se concentrar em expandir a produção de petróleo da estatal.

 

Neste contexto, o banco suíço, que elevou p alvo do papel de R$26 para R$33, vê no diretor-presidente Roberto Castello Branco vontade de destravar valor da empresa via desinvestimentos, em uma premissa que impulsiona as ações da petrolífera na B3. Por volta de 13h00, as ações da Petrobras operavam em alta de 3,42% a R$25,69.

 

A alta, a maior desde 2 de janeiro, também é influenciada por notícias sobre a venda da TAG, maior ativo da estatal no programa de desinvestimento. No mesmo instante, o Ibovespa subia 1,25%.

 

Boa parte do mercado costuma ter um pé atrás com ações de empresas estatais, temendo conflitos da agenda do governo frente à rentabilidade das companhias. Desde a eleição de outubro, a guinada liberal na União despertou o interesse nessas ações devido ao potencial de ganhos de eficiência a partir de uma gestão desvinculada da política.

 

É aí que entra Castello Branco. “Acreditamos que a Petrobras tem um futuro brilhante conforme o acionista controlador a mantiver independente e prossiga desinvestindo”, diz o relatório assinado por Luiz Carvalho. Os analistas veem um potencial de desinvestimentos entre US$10 bilhões a US$25 bilhões, o que poderia contribuir para reduzir a dívida da empresa para 1,5 vez o EBITDA – sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

 

Esse processo poderia ser acelerado por um acordo dos termos da cessão onerosa junto à União, no qual o banco suíço projeta um ressarcimento em torno de US$10 bilhões a favor da Petrobras. Ainda no campo das projeções, o UBS estima a produção da estatal crescendo 10% em 2019-2020, com a cotação da commodity oscilando em US$70 o barril.

 

(Foto: Petrobras/Divulgação)

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis