TC Mover
Mover

BTG Pactual vê Lei das Teles como prioridade no Senado antes da reforma

Postado por: TC Mover em 19/02/2019 às 9:45

Por: Editores TC News

 

O projeto de lei que reforma e moderniza o setor das telecomunicações no Brasil tem boas chances de ser aprovado na primeira metade do ano, disseram analistas do banco BTG Pactual em nota a clientes nesta terça-feira, destacando que pode se tornar uma das principais prioridades do Senado nos próximos meses.

 

Segundo o relatório, assinado pelo chefe de pesquisa do banco, Carlos Sequeira, tanto o novo presidente do Senado, Davi Alcolumbre quanto Vanderlan Cardoso, o senador escolhido para presidir a Comissão de Ciência e Tecnologia, concordaram em ajudar a que o andamento do projeto de lei na Casa seja mais ágil. “O apoio de ambos é crucial para a aprovação da Lei de Telecomunicações,” disse Sequeira.

 

O investidor está confiante no impacto da legislação nova no papel da Oi, que seria a maior beneficiária de uma mudança nas regras da indústria. O PLC 79, como o projeto da lei das teles é conhecido, deve ajudar a reorganizar o setor das telecomunicações e permitir que as operadoras aloquem seus investimentos em atividades mais rentáveis. Recentemente, o Bradesco BBI disse que o projeto permitiria reduções de despesas significativas, uma estrutura corporativa mais simples e um destravamento na venda de ativos, no caso da Oi.

 

O relatório, que foi elaborado com base em conversas mantidas com parlamentares em recente viagem a Brasília, disse que é crucial que o projeto de lei das teles “seja discutido e aprovado antes que a proposta de reforma da Previdência chegue ao Senado”, o que pode acontecer em meados ou perto do final do segundo trimestre. Isto foi enfatizado pelo secretário executivo do Ministério das Telecomunicações, Julio Semeghini, que disse ao BTG Pactual que a lei das teles é “a prioridade no. 1 do governo na área de telecomunicações, ciência e tecnologia.

 

Porém, para Leopoldo Vieira, analista da IdealPolitik, “é tempo de aguardar a designação do relator em convergência com a conjuntura política do Senado Federal aberta com 50% de renovação empossada e novo presidente eleito, Davi Alcolumbre, pró-governo. A prospecção de posições junto a parlamentares ainda é pouco efetiva.”

Para saber mais sobre a Oi, ouça nosso podcast sobre a companhia.

 

(Foto: prédio da Oi/Divulgação)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis