TC News
News

BB Investimentos inicia Braskem com viés neutro, apesar de espaço de 37% para alta

Postado por: TC News em 05/08/2019 às 14:22

O BB Investimentos iniciou cobertura da ação PNA da Braskem com recomendação equivalente a neutra, mesmo com um preço-alvo 37% acima da cotação atual do papel, em um sinal de que os riscos legais e de mercado ofuscam o modelo integrado de negócios da maior petroquímica da América Latina.

 

Em relatório divulgado nesta segunda-feira, o analista Daniel Cobucci faz recomendação market perform no papel e um preço-alvo de R$45 para final do ano que vem. Às 14h10, as ações PNA da companhia caíam 2,2 %, negociadas a R$32,41. No ano, acumulam queda de 31,32%, por conta do colapso da venda das participações da controladora Odebrecht e a Petrobras à americana LyondellBasell na esteira de um acidente em uma mina de sal na cidade de Maceió, assim como o recuo nas margens e nos spreads petroquímicos em meses recentes.

 

Para Cobucci, os aspectos mais favoráveis do papel PNA da Braskem incluem a diversificação de matérias-primas e de fornecedores, que proporciona margens mais favoráveis, assim como a posição de liderança no mercado de resinas no Brasil, com fatia de 67%. Um outro aspecto que favorece o papel é o múltiplo de 5,5 vezes o EV/EBITDA. O múltiplo explica o número de anos de geração de caixa operacional que seriam necessários para pagar a compra da companhia. Na indústria petroquímica, a média de avaliação dos pares é de 6,3 vezes

 

Já os riscos de queda do papel incluem a volatilidade nos preços do petróleo e do real ante o dólar, um período mais longo que o esperado de menores spreads de produtos químicos, e a eventual indenização relacionada ao acidente na exploração de sal em Alagoas. Em maio, a petroquímica foi apontada pelo Serviço Geológico do Brasil como responsável pelo fenômeno que afundou o solo em três bairros de Maceió; a empresa suspendeu a operação na região.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis