TC Mover
Mover

Analistas cortam recomendação, preço-alvo de Ultrapar após 1T abaixo do consenso; ações recuam

Postado por: TC Mover em 16/05/2019 às 14:17

Algumas das principais casas de análise do país, como Bradesco BBI e BTG Pactual, rebaixaram a recomendação e o preço-alvo da Ultrapar após a companhia apresentar resultados abaixo do consenso para o primeiro trimestre de 2019, impactados negativamente pelo baixo desempenho das subsidiárias Oxiteno, Ultragaz e Extrafarma.

 

O Bradesco BBI cortou o preço-alvo da ação de R$28 para R$26, mas manteve a recomendação neutra ao considerar um múltiplo de 18,5 vezes o lucro em 2019 e de 17,4 vezes em 2020, na média histórica da empresa. Ainda assim, os analistas destacam que as estimativas levam em conta uma recuperação da economia doméstica e melhora no desempenho da Oxiteno.

 

Já o BTG Pactual vê os papéis negociados a um múltiplo de 15 vezes o lucro líquido, com riscos de queda nos lucros, o que fez com que a recomendação fosse rebaixada para venda, ao menos “até que o perfil de visibilidade de crescimento seja restaurado”. O preço-alvo é de R$22 ao final de 12 meses.

 

Para o UBS, a Ultrapar se beneficiou anteriormente com a economia aquecida no país e com aquisições. Agora, no entanto, além do cenário macroeconômico mais difícil, a empresa se perdeu na estratégia de branding da Ipiranga, entregou uma alocação de capital insuficiente na Extrafarma, passa por um ciclo de queda nos spreads com a Oxiteno e tem baixo crescimento com a Ultracargo e a Ultragaz. “Precisamos ver a recuperação econômica para nos tornarmos mais entusiasmados com o caso”, dizem os analistas do banco suíço. A recomendação é neutra com preço-alvo de R$28 ao final de 12 meses.

 

O relatório do Itaú, para o qual os resultados vieram 7,2% abaixo do esperado, traz recomendação neutra, com preço-alvo de R$22,50 ao final de 2019.

 

O resultado da companhia medido pelo EBTIDA ajustado foi de R$698 milhões, queda de 12% na comparação interanual. Às 12h, as ações ON da companhia recuavam 3,02%, negociadas a R$20,55.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis