TC Mover
Mover

Ambev, Vale, Neon, Braskem: noticiário corporativo para essa terça-feira 

Postado por: TC Mover em 19/11/2019 às 12:01

A Ambev anunciou ontem que o presidente da companhia Bernardo Pinto Paiva deixará o cargo a partir de janeiro próximo, e será substituído por Jean Jereissati Neto. Segundo a nota, Paiva deixa a empresa para seguir projetos pessoais, mas, como ressalta o jornal Valor Econômico, a companhia enfrenta um ano difícil. Ao reajustar os preços em julho e não ser acompanhada pelas concorrentes, as vendas caíram 2,8% e o lucro líquido despencou 11,5% no terceiro trimestre. No dia 25 de outubro, a cervejaria perdeu R$25 bilhões em valor de mercado, caindo 8,50% na B3, maior queda desde outubro de 2008, na esteira dos resultados.

 

Segundo coluna do O Globo, a SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, abriu investigação contra a Vale por conta da tragédia de Brumadinho após uma reunião com o Ministério Público Federal e a CVM.

 

A Neon Pagamentos finalizou na última sexta-feira uma rodada de captação de R$400 milhões, tendo como principais investidores a General Atlantic e o Banco Votorantim, segundo o Valor Econômico, que farão parte do conselho de administração. A Sabesp, de acordo com agências, avalia expandir para fora do estado de São Paulo. A companhia espera o novo marco regulatório de saneamento para começar o plano.

 

A Braskem começará a tratar do problema do afundamento do solo de Maceió com autoridades em breve e, segundo o Valor, as conversas tendem a ser duras. As ações judiciais associadas ao Serviço Geológico Brasileiro somam R$39,5 bilhões de reais. Para a petroquímica, basta a desocupação cerca de 400 imóveis e realocação de mais ou menos 1500 pessoas.

 

A Cemig anunciou que não fará novo aporte de capital na Renova Energia, companhia que entrou em recuperação judicial, mas também não deixará a participação, como fez a Light em outubro, negociando sua participação de 21,72% na companhia por R$1,00.

 

A XP Investimentos iniciou hoje cobertura das ações da Vivara com recomendação de compra e preço-alvo de R$30,00 para para final de 2020. Com base no fechamento de mercado de ontem, há potencial de 25% de alta das ações.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis