TC Mover
Mover

Acidente da Vale faz JGP incluir critérios socioambientais em análises 

Postado por: TC Mover em 30/01/2019 às 13:55

As cotas dos fundos administrados pela gestora JGP foram bastante afetadas pelo acidente da mina da Vale em Brumadinho, forçando-a considerar, de maneira mais contundente, os riscos socioambientais nos processos de análise e compra de papéis.

 

Em carta a clientes que circulava pela comunidade TC nesta quarta-feira, a gestora carioca disse que seus veículos de investimento JGP Equity Explorer, JGP Long Only e JGP Long Only Institucional estavam altamente expostos a ações da Vale e da Bradespar – que recuaram violentamente após o acidente da sexta-feira passada.

 

De acordo com a carta, “além da queda de quase 25% das ações da Vale – de 30% considerando o nível que a ação negociava na bolsa de Nova Iorque no momento em que a notícia foi divulgada -, outros papéis que não tínhamos automaticamente performaram melhor, uma vez que investidores trocaram suas alocações em ações da Vale por outras.” O fundo estimava que a probabilidade estatística desse evento era “baixíssima, ainda mais de dois eventos como este em um período de poucos anos.”

 

O movimento da JGP é relevante sob o ponto de vista de governança; não há evidência de que os fundos brasileiros, com exceção de grandes assets como a do Itaú, tenham incorporado práticas internacionais em que os riscos de governança e socioambientais, conhecidos como ESG, em inglês, sejam amplamente usadas.

 

A queda das ações após o rompimento da barragem em Brumadinho fez a Vale perder cerca de R$70 bilhões de valor de mercado até o fechamento do dia 28 de janeiro. A maior parte disso é por danos ambientais, que, ao que tudo indica, serão menores no caso de Brumadinho, de acordo com a JGP.

 

A carta destaca que a saída de Fabio Schvartsman do comando da Vale não seria uma coisa desejada, destacando que não espera uma forte queda permanente na produção de minério de ferro da maior produtora da commodity no mundo. “Com relação à imagem da empresa que foi duramente afetada, acreditamos que a mesma será, aos poucos, reparada,” disse o fundo, acrescentando que a atitude da companhia até o momento foi acertada.

 

O papel ON da Vale disparou 8,80% hoje na B3, a R$46,46. O JGP Equity Explorer rendeu 11,42% a seus clientes nos últimos 12 meses. A JGP foi fundada pelo lendário investidor André Jakurski , conhecido por ser um dos fundadores do atual BTG Pactual.

 

(Foto: Brumadinho/Reprodução TV Globo)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis