TC Mover
Mover

Federal Reserve sinaliza juro estável em 2019 e desencadeia rali

Postado por: TC Mover em 20/03/2019 às 15:51

A maioria dos membros do comitê que decide a taxa de juros referência do Federal Reserve, o banco central americano, sinalizou a manutenção do custo de crédito para este ano, desencadeando um rali nos mercados globais de renda fixa e renda varável e abrindo apostas entre os traders de uma possível redução mais para o final do ano.

 

O comitê, conhecido como FOMC, manteve o intervalo para a taxa básica de juros da economia americana entre 2,25% e 2,50%, em linha com o consenso. A probabilidade de um corte em dezembro aumentou, disseram traders.

 

O colegiado, que deu uma decisão unânime, também divulgou um novo gráfico com as expectativas de movimento de taxas, conhecido como dot plot, em que 11 membros se mostraram favoráveis em manter o chamado Fed Funds rate no nível atual, e só quatro favoráveis a um aumento. O FOMC também cortou a projeção de crescimento da economia americana de 2,3% para 2,1% neste ano.

 

O FOMC também espera finalizar o programa de redução de ativos do seu balanço em setembro. O anúncio veio em linha com a expectativa de que o Fed anunciasse como e quando ia parar de reduzir seu balanço, o que deve acalmar os mercados globais em meio a sinais inflacionários fracos, economia em franca desaceleração e o risco de ver a volatilidade disparar de novo.

 

Além da sinalização do dot plot, a redução do balanço se tornou o assunto mais importante em relação às ações do Fed desde que Powell sinalizou que o banco central americano poderia pausar o ciclo de altas nos juros, que começou em 2015. O valor dos ativos contidos no balanço do Fed atingiu um pico de US$4,5 trilhões no final de 2017 e o ritmo de desmonte está lento, de US$50 bilhões por mês. Às 15h30, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, dará uma coletiva de imprensa.

 

Os mercados comemoraram a decisão. O índice S&P500 virou e passou a subir 0,01% com a notícia. Os rendimentos dos Treasuries de dez anos despencaram 7 pontos-base para 2,550%, enquanto o dólar americano recuava 0,33% ante seus pares. Aqui no Brasil, o índice Bovespa virou brevemente, enquanto o câmbio futuro despencou. (Foto: Powell – Politico.com)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis