TC Mover
Mover

Reflexos do caso Huawei impactam mercado em semana de Brexit e Copom

Postado por: TC Mover em 10/12/2018 às 8:39

Os mercados ao redor do mundo começam mais uma semana em modo de cautela. A expectativa com os desdobramentos da prisão da alta executiva chinesa Sabrina Meng e a pressão sob as relações diplomáticas entre Estados Unidos é China deixam os principais índices acionários no vermelho nesta manhã, enquanto os ativos considerados de risco apanham para avançar em meio a temores de acirramento da maior disputa comercial do século.

 

Enquanto isso, a expectativa com o desenrolar do Brexit e com mais declarações dos dirigentes do Federal Reserve americano sobre uma possível recessão no país a partir de 2020 também ajudam a deixar o investidor de lado nesta segunda-feira. Espere muita volatilidade é uma possível continuação do movimento de sell-off das bolsas americanas da última semana.

 

No plano interno, a repercussão da escolha do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para o ministério do Meio Ambiente e o esperado leilão da distribuidora do Amazonas, que acontece hoje, devem marcar o pregão. Também fique de olho, nesta quarta-feira, na decisão do comitê de política monetária do Banco Central, que deve manter a taxa básica de juros Selic na mínima histórica de 6,50%.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

— Os futuros dos índices americanos despencavam no início desta segunda-feira, seguindo o tombo das bolsas asiáticas, na esteira de uma escalada nas tensões entre os Estados Unidos e a China – cuja economia mostra sinais de atividade mais fraca. A menor aversão ao risco levou os rendimentos dos Treasuries americanos a recuarem ainda mais.

 

— As bolsas europeias também mostravam um desempenho negativo, e as moedas pares do dólar avançavam após o governo da China convocar o embaixador dos EUA no país, Terry Branstad, para explicar o envolvimento dos americanos na prisão da diretora financeira da Huawei Technologies. Este episódio tem revelado a fragilidade do sentimento quanto à possível disposição dos EUA e a China de resolver suas divergências no comércio e na diplomacia com o país.

 

— Ativos como o ouro e as commodities também reagiam às expectativas quanto ao ritmo e viés da política monetária do Federal Reserve nos próximos meses, em meio à desaceleração econômica nos EUA e na China e a erupção dos fortes surtos de volatilidade nos mercados financeiros. A incerteza deve aumentar com o período de silêncio das autoridades da autarquia Fed antes da sua reunião de 18 e 19 de dezembro.

Principais notícias corporativas

 

— Eletrobras: Hoje deve acontecer o esperado leilão da distribuidora do Amazonas, marcado para às 17h00, horário de Brasília.

 

— Energisa: A companhia elétrica assumiu as operações da Eletroacre, distribuidora vendida pela Eletrobras, e disse que pretende investir R$228 milhões de reais na unidade ano que vem. Com a aquisição, a Energisa passa a operar 11 distribuidoras no país.

 

— Siderúrgicas: O governo federal prorrogou a suspensão de cobrança antidumping para o laminado chinês.

 

— Bradesco: O banco apresentará ao conselho no dia 21 de dezembro uma proposta de pagamento de juros sobre o capital próprio no valor de R$4,665 bilhões.

 

— Empresas de educação: Segundo a Reuters, representantes do setor têm se articulado junto ao governo Bolsonaro para apresentar propostas sobre financiamento estudantil.  

 

— JBS: Acordo entre J&F e Ministério Público foi aditado para incluir cláusula que diz que, se a holding fechar acordos semelhantes com outros países, o pagamento de multas acertadas anteriormente no Brasil será antecipado.

 

— Guararapes: A controlada Lojas Riachuelo pediu a habilitação de um crédito tributário de R$1,173 bilhão após decisão judicial sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins

 

— Linx: O conselho aprovou distribuição de juros sobre capital próprio no valor de R$4 milhões, com pagamento a partir de 27 de dezembro.

 

— Apple e Google: As ações das gigantes de tecnologia anularam ganhos no ano após forte tombo na sexta-feira.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais
— 08h00: Sondagem de investimentos do 4º trimestre – FGV
— 08h00: IPC-S  1ª semana de dezembro – FGV
— 08h20: Pesquisa Focus – BC
— 15h00: Balança Comercial 1ª semana de dezembro – BC

 

Indicadores internacionais
— N.D: Novos empréstimos da China; consenso ¥1,125 trilhão

— 05h00: Balança comercial da Alemanha em outubro; consenso €17,2 bilhões
— 07h30: Produção industrial do Reino Unido em outubro; consenso 0,1% na base mensal
— 07h30: PIB do Reino Unido em outubro; consenso 0,6% na base sequencial
— 07h30: Balança comercial do Reino Unido em outubro; consenso – £10,50 bilhões
— 07h30: Confiança do investidor Sentix da Zona do Euro em dezembro; consenso 8,1

— 13h00: Ofertas de emprego JOLTS dos Estados Unidos em outubro; anterior 7 milhões

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis