TC Mover
Mover

Nomeações de Bolsonaro ofuscam peso do Brexit, EUA-China

Postado por: TC Mover em 16/11/2018 às 8:54

O feriado da proclamação da República de ontem foi o dia escolhido pela equipe de transição de Jair Bolsonaro para apresentar o novo nome que irá presidir o Banco Central brasileiro a partir do ano que vem: Roberto Campos Neto será o sucessor de Ilan Goldfajn, que, segundo a mídia, recusou o convite do presidente eleito para permanecer no cargo por motivos pessoais. A escolha de Campos Neto, vista como um nome técnico pelo mercado, deve ser bem recebida no pregão de hoje. Os ADRs das companhias brasileiras negociados em Nova Iorque dispararam ontem, o que deve dar um ajuste para cima para o Ibovespa.

 

Outra nomeação da equipe de Bolsonaro, esta anunciada na quarta-feira à tarde, também foi destaque ao longo do feriado: a indicação do novo chefe do Itamaraty, Ernesto Araújo, ganhou espaço nos cadernos de opinião dos jornais brasileiros pela inusitada postura anti-globalista do próximo chanceler brasileiro. O consenso entre comentários de quinta-feira é que a postura beligerante do novo chanceler deixa o futuro das relações internacionais brasileiras praticamente impossível de se prever, mas já antecipa mudanças radicais nesse front, pilotadas pela intenção de Bolsonaro de defender o título de “Trump dos trópicos”.

 

Para hoje, espere certa volatilidade exacerbada por turbulências no Reino Unido e na relação estremecida entre os Estados Unidos e a China. Ontem, o acordo apresentado pela premiê britânica Theresa May ao Brexit levou dois de seus ministros a pedirem demissão, enquanto, nos EUA, o secretário do Comércio, Wilbur Ross, jogou um balde de água fria nas esperanças de um acordo comercial com o país asiático até o final do ano. Segundo ele, não há tempo hábil para evitar que a nova rodada de tarifas entre em vigor em janeiro. Fique de olho ainda no IBC-Br de setembro, que pode ter refletido a apreensão do mercado brasileiro com as eleições.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

— A crise que se instaurou no governo da premiê britânica Theresa May após o acordo para o Brexit acertado entre o Reino Unido e a União Europeia derrubou a libra esterlina para o menor patamar desde julho no pregão de ontem. A recuperação da moeda no início desta sexta-feira ajuda a estabilizar as bolsas europeias, que ontem também sofreram com receios de que as demissões dos ministros do governo May possam comprometer uma saída menos turbulenta do bloco.

 

— Na Ásia, os mercados fecharam mistos, enquanto os futuros das bolsas americanas operavam em queda após o secretário do Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, declarar que dificilmente os dois países entrarão em acordo a tempo de cancelar a nova rodada de tarifas americanas programada para janeiro.

 

— O movimento de queda generalizada dos papéis de tecnologia nas bolsas americanas deve se estender hoje, com destaque para o tombo de quase 20% da fabricante de placas gráficas Nvidia com resultados abaixo do esperado.

 

Principais notícias corporativas

 

— Petrobras: Fique de olho em notícias sobre a votação da cessão onerosa no Congresso. De acordo com a mídia, a estatal pode receber R$30 bilhões ou mais com leilão dos excedentes, se houver acordo com a União após aprovação do projeto.

 

— Cemig: A estatal registrou lucro líquido abaixo do consenso no terceiro trimestre.

 

— BRF: Segundo a mídia, as investigações sobre fraudes investigadas na Operação Trapaça estão se aproximando do fim, o que pode resultar em oferecimento de denúncia contra os envolvidos até o final deste ano.

 

— Fertilizantes Heringer: A companhia teve prejuízo maior que o esperado no terceiro trimestre.

 

— B3: A companhia anunciou que começará a registrar Letras Imobiliárias Garantidas (LIG) a partir de 21 de novembro.

 

— Via Varejo: A varejista emitirá R$500 milhões em notas promissórias para reforçar o caixa.

 

— Bradesco: Após diretor de cartões do banco, Cesario Nakamura, deixar cargo para assumir presidência da Alelo.

 

— Usiminas: A diretora financeira da subsidiária Mineração Usiminas, Cristina Cavalcanti, deixou o cargo para assumir vaga na Samarco.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais
— 08h30: IBC-Br de setembro – BC; anterior 0,47%

 

Indicadores internacionais

— 08h00: Núcleo do IPC da Zona do Euro em outubro; consenso 0,1% na base mensal
— 08h00: IPC da Zona do Euro em outubro; consenso 0,2% na base mensal
— 12h15: Produção industrial dos EUA em outubro; consenso 0,2% na base mensal
— 14h00:  Índice de atividade industrial Fed Kansas City; anterior 5
— 16h00: Contagem de sondas de petróleo dos EUA – Baker Hughes; anterior
— 19h00: Transações líquidas de longo prazo dos EUA em setembro; anterior U$131,8 bilhões

 

Eventos
— N.D.: Presidente Michel Temer participa da cúpula Iberoamericana, na Guatemala

— 06h30: Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, fala em conferência em Frankfurt

 

Teleconferências

— 10h00: MDias Branco

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis