TC Mover
Mover

Bolsonaro dá recado tranquilizador a investidores

Postado por: TC Mover em 22/01/2019 às 13:22

O presidente Jair Bolsonaro mandou um recado tranquilizador no Fórum Econômico de Davos, ressaltando a importância da estabilidade das finanças públicas, do equilíbrio entre o meio ambiente e o desenvolvimento e a restauração da segurança como ferramentas para atrair novos investimentos de todas partes do mundo.

 

Em uma participação que não durou mais do que nove minutos, Bolsonaro disse que sua equipe de ministros é técnica, livre de vieses ideológicos e com uma ideia clara de como fazer o Brasil um país mais amável aos negócios. Ele enfatizou a necessidade de transmitir tranquilidade aos investidores estrangeiros para fazer negócios, e prometeu que sua equipe econômica, comandada pelo ministro Paulo Guedes, assumiu o compromisso de fazer do Brasil um dos 50 países mais atrativos para se fazer negócios antes do final do seu mandato, em 2022.

 

Além de focar na relevância de reduzir o tamanho do estado brasileiro, cuja necessidade por recursos sufoca quem gera emprego e cria riqueza, Bolsonaro disse que tentará diminuir a carga tributária, mitigar as barreiras regulatórias e burocráticas e abrir o país ao comércio internacional. Um recado importante foi sobre a questão ambiental, alvo de críticas contra seu governo por parte de observadores nacionais e internacionais: o governo sabe da importância da defesa da biodiversidade, mas que o Brasil precisa se desenvolver – e citou a ampla margem para o crescimento da fronteira agrícola e pecuária.

 

“Nossa missão agora é avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico, lembrando que são interdependentes e indissociáveis,” disse. “Trabalharemos pela estabilidade macroeconômica, respeitando os contratos, privatizando e equilibrando as contas públicas.”

 

A bolsa praticamente anulou a queda da manhã após o discurso, enquanto o dólar se manteve em alta ante o real brasileiro. O índice Bovespa recuava 0,08% a 95.870 pontos às 13h00, enquanto o câmbio futuro subia 0,3% a R$3,7670. Alguns traders disseram à TC News que ficaram frustrados por Bolsonaro não ter mencionado a reforma da Previdência no seu discurso. A reforma é vista como a parte mais relevante da sua agenda econômica.

 

 

(Foto: Bolsonaro em Davos – O Globo)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis