TC Mover
Mover

TC Leituras – Emprego nos EUA, o racional das redes sociais, crise moldando o mercado de trabalho, números da Covid-19 no Brasil

Postado por: TC Mover em 05/06/2020 às 19:18

O que fazer com a recuperação dos dados de emprego nos EUA (The New York Times)
O mercado de trabalho interrompeu seu colapso induzido pela pandemia em maio, quando os empregadores trouxeram de volta milhões de trabalhadores e a taxa de desemprego caiu inesperadamente. Ainda assim, economistas alertam que levará muito mais tempo para a economia sair do buraco As vagas de emprego começaram a aumentar, mas permanecem muito abaixo dos níveis normais. O que está por trás desses números, quais as perspectivas a longo prazo e os setores menos atingidos nessa crise? Leia aqui.

 

Twitter e Facebook têm modelos de negócios diferentes (The Independent)
À primeira vista, o Twitter e o Facebook são parecidos. Cada um é uma rede social, conectando usuários online e lhes apresentando conteúdo em um “feed”, com uma lista interminável de postagens, fotos e vídeos. Cada um ganha dinheiro vendendo publicidade e, portanto, tem interesse em usar todos os truques para atrair a atenção dos usuários. Olhando mais de perto, é possível ver como as combinações de atributos semelhantes  criaram duas empresas muito diferentes, criando também atitudes diferentes em relação à política – conforme vimos recentemente com o Twitter apontando como ‘inaceitáveis’ dois tuítes do presidente americano Donald Trump. Entenda.

 

Duflo, Nobel de Economia: “As máquinas não adoecem. Temo que a crise estimule a automatização” (El País)
A franco-americana Esther Duflo, economista vencedora do Prêmio Nobel, falou ao El País sobre as mudanças que a Covid-19 impôs ao mercado de trabalho, como isso impacta e vai impactar economias ao redor do mundo e também se existem chances de mudanças estruturais ou até mesmo de uma nova ordem na economia. “Acredito que empresas aprenderão como é perigoso depender de um único fornecedor, de um único país, então, elas se diversificarão. E isso pode significar uma grande oportunidade para países em desenvolvimento”, diz. Leia aqui. 

 

Como o governo vem reduzindo a transparência de dados sobre a Covid-19 (DW Brasil)
Com mais de mil mortes diárias, o Brasil vem registrando um aumento dramático da epidemia do coronavírus, ultrapassando a Itália e assumindo a terceira posição no ranking das nações com mais mortes por Covid-19, atrás apenas do Reino Unido e dos Estados Unidos. Mas, a partir do início de maio, na medida em que os impactos da doença se intensificaram, o ministério passou a dar menos destaque para as mortes e novos casos. Entenda como isso vem acontecendo.

 

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis