TC Mover
Mover

Mercado ignora dados de siderurgia apontando a trimestre desafiador; CSN lidera altas 

Postado por: TC Mover em 22/02/2019 às 12:58

Os dados de produção e vendas de aço bruto no Brasil apontam a condições mais desafiadoras de mercado no primeiro trimestre, com o crescimento da demanda limitado pela cautela com as medidas de ajuste fiscal e a retomada lenta dos investimentos e o consumo no país, disseram traders e contribuidores TC nesta sexta-feira. Mesmo assim, as ações do setor lideravam as altas na bolsa hoje, da mão da CSN.

 

Segundo o Instituto Aço Brasil, ou IABr, a produção de aço bruto foi de 2,9 milhões de toneladas, aumento de 2,3% na base anual, enquanto a de laminados recuou 3,1% para 1,8 milhão de toneladas. A produção de semiacabados para vendas despencou 9,2 na mesma base e as vendas internas recuaram 3,7%, atingindo 1,4 milhão de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi de 1,5 milhão de toneladas, queda de 5,6%.

 

O relatório vem num momento em que a demanda por aço plano parece estar fraca e as pressões de custo devem aumentar por conta da forte alta no custo do minério de ferro – em parte decorrente do desastre da mina da Vale em Brumadinho. Ontem, o diretor-presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, disse que a companhia deve ir adiante com aumento de preços de até 15% em algumas linhas; hoje a Usiminas, que divulgou resultados abaixo do consenso, mostrou pressão baixista nas vendas e nas margens.

 

Apesar dos dados, o setor de siderurgia subia mais de 2%, o mais forte na bolsa hoje, liderado pela alta de 6,2% na CSN. Nesse ambiente, a recente decisão da CSN de vender mais minério de ferro a terceiros e de empreender ajustes de preços ajuda a alavancar o desempenho do papel, disseram analistas do BTG Pactual em nota hoje, após deixar o papel com status de preferido no setor.

 

“Ainda vemos um promissor 2019 à frente,” diz a nota do BTG Pactual. O papel ON da CSN operava em alta a R$12,25, enquanto o da Usiminas PNA subia 3,3%. As ações A Gerdau, que negocia abaixo de 5 vezes o EBITDA anual estimado para o ano, subia 0,2%.

 

(Foto: Laminados/Aço Hoje)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis