TC News
News

Bilionários da tecnologia, o futuro da energia e vacina em tempo recorde

Postado por: TC Mover em 22/05/2020 às 16:42

Veja abaixo nossas sugestões de leituras para este fim de semana:

 

Em meio à pandemia, bilionários americanos enriqueceram US$282 bilhões em 23 dias (Markets Insiders)
Nos primeiros três meses de 2020, mesmo em meio ao pânico dos mercados, 34 dos 170 bilionários mais ricos dos EUA viram sua fortuna subir milhões de dólares, de acordo com um relatório do Billionaires Bonanza, publicado pelo Institute for Policy Studies. Segundo o relatório, o fundador da Amazon, Jeff Bezos, foi o mais beneficiado, e aumentou sua riqueza em US$25 bilhões desde o início do ano – destes, US$12 bilhões desde 21 de fevereiro, início da pandemia do Covid-19 nos EUA. Leia aqui.

 

Vacina contra a Covid-19 pode ser a mais rápida já desenvolvida (The New Yorker)
No início de abril, quando os casos e mortes pela Covid-19 em Nova York estavam subindo assustadoramente, Tal Zaks, diretor da Moderna, empresa de biotecnologia, estava preocupado com a corrida contra o tempo. Em apenas três meses, sua empresa criou uma vacina experimental para combater a Covid-19, e começou a testar em humanos – fase de testes bem sucedida. Esse tipo de velocidade no desenvolvimento de vacinas era sem precedentes e em grande parte, derivada da tecnologia biomédica revolucionária. Ainda assim, nas fases seguintes, quase tudo pode acontecer. Enquanto isso, a pressão aumenta. Leia aqui.

 

A energia não será a mesma quando isso acabar (The Washington Post)
Com aviões em solo, carros estacionados, fábricas fechadas e escritórios escuros, a Covid-19 abriu um grande buraco na economia de energia e redirecionou seu futuro de maneiras que dificilmente poderiam ser imaginadas quatro meses atrás. Mesmo quando o mundo retomar ao seu “normal”, se é que isso acontecerá como conhecíamos, o básico dos negócios refletirá o legado da pandemia de 2020. Entenda.

 

Bloqueios provocam queda dramática nas emissões globais de carbono (The Guardian)
As emissões de dióxido de carbono caíram drasticamente desde que restrições de mobilidade foram impostas em todo o mundo devido à crise do coronavírus, segundo estudo publicado na Nature Climate Change. A experiência desta crise nos mostrou até agora que as mudanças de comportamento, como não voar, trabalhar em casa e dirigir menos – podem ser parte do caminho necessário para reduzir as emissões. Leia aqui.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis