TC Mover
Mover

UBS otimista com bancos brasileiros após eleição, mantém BB como favorito

Postado por: TC Mover em 19/11/2018 às 13:19

— Analistas do UBS reiteraram recomendação overweight para bancos brasileiros e aumentaram os preços-alvos dos papéis em 26%, em média, por vislumbrarem melhora no apetite ao risco após a eleição presidencial e perspectivas de um novo ciclo de crescimento da carteira de crédito.

  • Banco do Brasil ON foi reiterada como ação favorita no setor, seguida por Itaú e Santander Brasil.
  • O alvo de Banco do Brasil ON foi elevado de R$42,30 para R$55,00 nos próximos 12 meses.
  • A equipe elevou o alvo de Bradesco PN de R$30,60 para R$39,00 no mesmo período.
  • O alvo de Itaú Unibanco PN aumentou de R$51,00 para R$59,00 no mesmo período.
  • Já o da unit do Santander Brasil passou de R$26,00 para R$35,00 no mesmo período.

— ANÁLISE E REAÇÃO

  • O índice que congrega ações do setor financeiro da B3 cedia 1,13% a 9.698 pontos.
  • Às 12h15, Banco do Brasil recuava 0,16% a R$43,02. Itaú PN cedia 0,6% a R$52,44. Bradesco PN caía 1,8% a R$36,55, enquanto a unit de Santander Brasil recuava 1,5% a R$42,37.
  • A revisão sugere que, para a equipe do UBS, uma retomada econômica mais acelerada deve se traduzir em maior rentabilidade no negócio bancário, mesmo com maior concorrência nos segmentos de crédito e de serviços financeiros. A estimativa média do UBS para o retorno recorrente sobre o patrimônio líquido dos quatro bancos subiu para 20,2% e para 20,5% em 2019 e 2020.
  • A equipe vê potencial de alta nos papéis com provável aumento dos juros, racionalização das agências e reversão de provisões em excesso. Os analistas elevaram a previsão de lucro por ação do setor para 4,3% em 2019 e 8,0% em 2020.

Gráfico: Nelogica

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis