TC Mover
Mover

Bolsas caem com vírus, comércio; no radar, PIB e emprego nos EUA, inflação: Espresso

Postado por: TC Mover em 24/06/2020 às 20:17

As bolsas registraram hoje fortes quedas em meio a sinais de retomada da epidemia de coronavírus na Europa e nos Estados Unidos após o relaxamento das medidas de isolamento social. O crescimento dos casos serviu como um alerta para os investidores de que a recuperação econômica rápida esperada nas últimas semanas e já embutida nos preços das ações pode não se confirmar e o “V” pode se transformar em um “W”, com idas e vindas, até que se encontre uma vacina eficaz para a Covid-19. As ameaças do presidente americano Donald Trump, de impor tarifas a produtos importados da União Europeia e do Reino Unido, em mais um passo de sua retórica protecionista, também ampliaram a cautela dos mercados pelo impacto que uma nova guerra comercial poderá ter sobre a ainda claudicante atividade global. Com isso, muitos investidores aproveitaram para colocar no bolso os ganhos da semana, que incluíram dois recordes do Nasdaq. O Dow Jones interrompeu dois dias de alta e fechou em queda de quase 3%, a maior desde 11 de junho, e as commodities caíram, levando junto as bolsas e moedas de países emergentes. Na China e em Hong Kong, será feriado nesta quinta pelo Festival do Barco-Dragão.

 

Menos ruim – No Brasil, o Ibovespa perdeu menos, na expectativa de aprovação hoje do novo marco do saneamento no Senado, que pode abrir as portas para uma nova onda de privatizações e investimentos de mais de R$700 bilhões, e notícias de redução nas restrições em São Paulo apesar do crescimento dos casos de coronavírus no país. A queda no exterior derrubou os papéis mais afetados pela pandemia, como com

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis